segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Briga e destruição de celas na 3ª Delegacia de Parintins



O homicida Kelerson de Oliveira Ribeiro, (o Kelinho), é acusado de ter iniciado uma rebelião, no final da tarde de sábado, 27, que culminou com a destruição parcial das celas da 3ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), onde 23 presos de Justiça e 7 de ocorrência se encontravam. Tudo começou no final do horário de visitas, quando Kelinho teria tentado fazer refém a carcereira Valdeia Rocha de Oliveira, mas foi rendido e espancado por outros presidiários que o tornaram refém do ato.
Luiz Alberto Medeiros (Beto Medeiros), diretor da Unidade Prisional de Parintins (UPP) revela. “A rebelião foi iniciada pelo Kelinho. Ele quebrou os cadeados e iniciou a confusão. Faz algum tempo que pedimos a transferência não só dele, mas de todos os elementos que estão prejudicando a tranquilidade na UPP e na 3ª DIP para a Capital do Estado. Nossa Justiça não é eficaz, é muito lenta e demorada, essa rebelião é um fato que só vem mostrar nossa realidade”, declara.
O preso de Justiça Gabriel Souza Tavares (o Esquerdinha), que assumiu a negociação pelo lado dos presos, confirma que Kelinho iniciou o ato e revela o ocorrido. “Não tive nada ver com isso. Foi o Kelinho que iniciou a rebelião e quebrou as câmeras de vigilância, pegamos ele para defender a Tia Val (carcereira), que estava como refém. Ele apronta as ondas dele e quer colocar pilha na cabeça dos outros para entrarem na onda dele. Ele saiu com ferro querendo furar todo mundo. O pessoal revoltado pegaram ele para tomar o ferro e o espancaram”, contou. 

     Rebelião durou aproximadamente cinco horas e meia


A rebelião durou em torno de 5 horas e meia e terminou com as grades das celas da 3ª DIP arrancadas, câmeras de circuito interno destruídas e vários detentos feridos. Tudo começou quando Kelinho teria tentado fazer a carcereira refém e só terminou quando os homens da Polícia Militar (PM), lotados no município, invadiram o local e dominaram os presos. Vários prisioneiros transitórios que se encontravam no local foram liberados, após a PM controlar o motim.
Um parente de um dos presos que preferiu não se identificar, disse.  “Quando os últimos parentes de presos deixavam o local, a carcereira Valdéia Rocha de Oliveira percebeu a aproximação de Kelinho e rapidamente fechou o portão. A partir daí começaram gritarias e o quebra, quebra lá pra dentro, os Bombeiros só chegaram as 18h10 e entraram na 3ª DIP”.
As 19h43, em meio as negociações de Esquerdinha e outros presidiários com o cabo PM Fernando Júnior, que em meio aos pedidos das negociações chegaram a exigir meio quilo de maconha e celulares.  Os bombeiros arrombaram a portinhola do portão principal, e facilitou o contato visual da área interna da DIP. As 20h38 chegou ao local o Juiz Aldrin Henrique e as 22 Dom Giuliano bispo de Parintins. As 22h08 a tropa da PM invade e rende os rebelados libertando os reféns. As 22h28, vários presos de ocorrência são colocados em liberdade. As 22h36, Kelinho é conduzido ao hospital. As 22h55, o Juiz Aldrin, o delegado Ivo Cunha e o comandante do 11º Batalhão convocam coletiva de Imprensa.

      Delegado garante que haverá investigação para apurar o caso
   

Para o delegado Ivo Cunha, o Kelinho começou a rebelião, só que devido a violência contra outros presos, o feitiço virou contra o feiticeiro. “Ele tentou fazer a carcereira refém, os presos não gostaram da atitude, renderam, espancaram e passou a ser refém dos detentos. A PM foi ágio e conseguiu controlar a rebelião. Os 23 presos de justiça que estavam na 3ª DIP, foram transferidos para a UPP, no centro da cidade na manhã de ontem (domingo)”.
Ivo Cunha garante que vai haver uma investigação para apurar minuciosamente o ato. “vamos apurar através das imagens e responsabilizar as pessoas que cometeram crime. Houve tentativa de homicídio, lesões corporais e danos ao patrimônio público. Podem ter certeza que não deixaremos nem um crime impune. Agora a delegacia fica apenas com uma cela precária. Vamos pedir que a delegacia seja reformada e que não sirva mais de abrigo a preso de justiça, já que não temos condições de abrigar esse tipo de preso”, esclarece.
Para o Juiz Aldrin Henrique, que ouviu durante as negociações com os presos, pedido do direito a banho de sol, fornecimento de água, alimentação e a não transferência deles para Itacoatiara ou Manaus, cada caso será analisado pelo Juiz titular da vara em que os processos tramitam. Ele informou ainda que, a princípio não haverá qualquer transferência de presos, mas deve haver uma negociação com o Secretário de Justiça do Estado e com o Juiz da Vara de Execuções penais na Capital, para chegarem a um veredito.

Após autorização da PM da Capital do Estado e do Juiz tropa adentra na 3ª DIP


O comandante do 11º Batalhão da Polícia Militar de Parintins, major Túlio Freitas, revela que a ordem para que a tropa entrasse na 3ª DIP e contesse a rebelião, foi dada pelo comando da PM na Capital e autorizada pelo Juiz Aldrin Henrique. “Temos vários oficiais e praças treinados inclusive em Operações de choque. Após autorização, invadimos o local, disparamos apenas um tiro abafado, feito com armamento não letal. Utilizamos BP90 e BP retrátil. Não foi preciso desferir nem um golpe contra qualquer interno, eles se mostraram cordeiros dentro da ação”, declara.
Túlio diz ainda que, o interno que se dizia líder mostrou-se covarde porque fugiu para a cela onde estava. “Adentramos o local e a tropa de ação ocupou os corredores. Muitos internos agradeceram nossa ação, já que estavam vitimados. Agradecemos ao doutor Ivo Cunha que coordenou a ação, a Beto Medeiros, diretor do presídio pelo apoio e, ao Juiz Aldrin Henrique que nos orientou, deu a legalidade para que pudéssemos atuar na ação que obtivemos êxito, Graças a Deus sem vítimas feridas”, acrescenta.
De acordo com Major, no final da visita há uma movimentação, e nas imagens da para perceber que alguns detentos estão andando com alguma coisa escondido na mão. “Deu para ver depois que se tratava de estoques, no momento em que o Kelinho passa e dá uma estocada em um detento. Outro detento aponta para a câmera vão e detonam. A rebelião estava previamente armada, só que fugiu do controle. O kelinho que começou e lesionou a maior parte dos detentos, um dos cabeças no início, ao final acabou se tornando vítima”, finaliza Freitas.

Fotos e texto: Ataíde Tenório

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Parintinense é escolhido para integrar o Programa Jovem Embaixadores 2013


      Estudante viaja em janeiro para os Estados Unidos onde vai permanecer três semanas

O parintinense Davison Menezes Sicsú, 17, estudante do curso técnico de administração no Ifam, foi um dos 37 selecionados no Programa Jovens Embaixadores 2013. O objetivo principal do programa é valorizar e promover o fortalecimento da educação pública por meio dos jovens, transformando-os em modelos para seus colegas e comunidade. O resultado foi divulgado terça feira, 23. No Brasil se inscreveram aproximadamente 17 mil jovens na mesma faixa etária.
Davison viajaem janeiro para um programa de três semanas nos Estados Unidos. Durante a primeira semana, visita a capital do país, Washington, os principais monumentos e participade reuniões em organizações dos setores público e privado, visita escolas e projetos sociais. Após a primeira semana, todos os participantes são divididos em subgrupos e cada um viaja para um estado diferente nos EUA. Lá, são hospedados por uma família americana, assistem aulas, interagem com jovens da mesma idade, participam de atividades culturais, responsabilidade social, empreendedorismo, liderança e fazem apresentações sobre o Brasil.
 “Até agora estou extasiado, carrego o peso de ser um dos 37 representantes do Brasil nos Estados Unidos. Meu maior desafio é apresentar a cultura brasileira, porque de certa forma nos Estados Unidos ela é estereotipada. Quero mostrar a questão da pluralidade cultural. O Brasil não é apenas Samba, mulher bonita e carnaval, vai muito além disso, tem uma riquíssima cultura, e do ponto de vista científico que poucas pessoas conhecem. Vou enfatizar a questão da cultura amazonense, transmitir os pensamentos, a forma cotidiana do parintinense, estou trabalhando para desenvolver essas questões da melhor forma possível”, relata o estudante.

Dedicação

O jovem revela que antes detestava a língua inglesa, segundo ele talvez pela forma como é  ensinada nas escolas. “Percebi que isso era fundamental no mercado de trabalho, então comecei a ter interesse, buscar músicas, filmes legendados em inglês, lendo a literatura inglesa. Aprendi por um meio interativo. Enquanto via os outros jovens se divertindo, indo para a festa, ficava em casa estudando, me dedicando, tentava tornar esse estudo bem agradável”, relata.
Davison diz que ficou emocionado com as parabenizações que recebeu de familiares, amigos e colegas. “Esse apoio é fundamental, na sala me aplaudiram de pé, fiquei emocionado, minha família está feliz com a notícia, porque é um grande sonho meu, participar do programa”, ressalta.  Criado em 2002, o programa busca beneficiar alunos brasileiros da rede pública que são exemplos em suas comunidades em termos de liderança, atitude positiva, consciência cidadã, excelência acadêmica e conhecimento da língua inglesa.

Safra da Melancia


     Concorrência é a principal dificuldade para vender o produto

Com o início da safra da melancia desde o mês passado na área de várzea do município, muitos produtores e atravessadores já começam a vender o produto ao consumidor em diversos pontos da cidade de maior movimento. Os vendedores fazem barracas improvisadas para proteger a fruta da chuva e principalmente do sol que nessa época é bastante intenso com temperaturas elevadas.
Nessa época os vendedores de melancia aproveitam para ter um bom faturamento e ajudar no sustento da família. A unidade da melancia está sendo vendida a preços que variam de R$ 5,00 a R$ 10,00, dependendo do tamanho e qualidade. Um dos maiores pontos de comercialização é a praça da antiga prefeitura, próximo ao Mercado Municipal.
Para o experiente vendedor do produto, o senhor Manoel Ribeiro da Costa, conhecido como Gaspar, a concorrência é a principal dificuldade, e torce para ter boas vendas com a safra. “A dificuldade que a gente encontra é que ainda vão aparecer muitos vendedores e a concorrência aumentará principalmente de produtores que trazem os produtos deles da zona rural e não querem mais trazer para nós atravessadores revender. Tem vez que a gente ganha, outras a gente perde, o lucro depende da melancia, se for boa vende rápido, quando não, demora mais e estraga”, declara o vendedor.

Luz da Amazônia II: Embarcação é uma espécie de museu livraria que percorre todo o Amazonas


O Barco da Bíblia Luz da Amazônia II, museu do livro sagrado dos cristãos que percorre todo o Amazonas para levar a palavra de Deus, chegou semana passada em Parintins e permaneceu até segunda feira, 22. O barco livraria está ancorado próximo a Praça Digital Cristo Redentor. Na livraria pode ser encontrado bíblia infantil, réplica de antigas, e na língua indígena. Também dispõe de Bíblia em braile para a pessoa com deficiência visual, e em libras para deficientes auditivos. A livraria e museu ficam abertos à população de 8h as 20h.
Fábio Castro um dos coordenadores do barco relata que o Projeto Luz da Amazônia da Sociedade Brasileira da Bíblia (SBB) existe há 50 anos, composto de duas embarcações. “No Luz da Amazônia III, um barco hospital damos gratuitamente atendimento médico, odontológico, exames laboratoriais, e mini cirurgias. Todas as pessoas que vão ao Luz da Amazônia III, saem com remédio, consulta e ganham um exemplar da palavra de Deus”.

Ação social

Segundo ele, o Luz da Amazônia II foi projetado com objetivo de adquirir recursos para o barco hospital que também percorre todo o Amazonas, “Realizamos ação social, e semeamos a palavra de Deus. A SBB não visa placa de igreja, estamos aqui para abençoar todos que acreditam na palavra de Deus, cujo poder transforma vidas”. Em 2012 completamos meio século do projeto, que esse tempo todo abençoa muitos ribeirinhos e famílias”, ressalta.
Fábio relata sobre projetos pioneiros da SBB das bíblias em braile e em libras. “A SBB é pioneira nas bíblias para a pessoa com deficiência, oferta ao deficiente visual tudo o que precisa, é só entrar em contato com a SBB, fazer um cadastro e poderá receber gratuitamente em casa um exemplar da bíblia em braile”. Sobre a Bíblia em libras o coordenador declarou que está sendo desenvolvida para ajudar a pessoa com deficiência auditiva. “Temos somente principais histórias em libras, mas o objetivo traduzir antigo e novo testamento”, conclui.

Coordenadora do Programa Agricultura Indígena da Sepror esteve em Parintins


Maria Auxiliadora Cordeiro da Silva, coordenadora do programa de agricultura indígena, da Secretaria de Produção Rural do Estado do Amazonas (Sepror), reuniu na manhã de quinta-feira, 18, com conselheiros indígenas das tribos Sateré Mawé, e Hyskarianas, Idam, Embrapa, Codeter e MDA. A finalidade do encontro foi de buscar formas para que sejam realizadas ações conjuntas que beneficiem os povos indígenas.
A coordenadora revela que desde 2009 a Sepror atua com o programa específico para trabalhar a agricultura, extrativismo e piscicultura com as populações indígenas. “O programa foi criado para que possam ser desenvolvidas as políticas públicas nas comunidades indígenas. Estamos aqui para juntos encontrarmos alternativas e definir as estratégias de ações, para que possam ser desenvolvidos projetos na região do Baixo Amazonas”.
Auxiliadora diz que é importante a presenças das lideranças indígenas e dos técnicos das instituições que atuam na área de produção. “Nas ações integradas, cada um colabora fazendo sua parte e podem potencializar a questão dos sistemas agroecológicos, agroflorestais, na questão do fortalecimento e melhoramento da produção da farinha, construção de viveiros e outras culturas que possam ser desenvolvidas em cada local”, ressalta. Cordeiro diz ainda que o BNDS contempla a linha de financiamento que trabalha a questão dos recursos naturais, sustentabilidade dos povos indígenas, aproveitamento os recursos naturais, e trabalha com áreas degradadas, especificamente, portanto, projeto visa o melhoramento e qualidade de vida dos povos da floresta.

Recursos específicos

A coordenadora diz que, os técnicos da Sepror já apresentaram ao BNDS, um projeto, especificamente dentro do Fundo Amazônia, que disponibiliza recursos específicos para atender as populações indígenas. O projeto já passou por uma análise dos técnicos do BNDS. “Estamos na segunda fase que caminha em paralela para a terceira, e já foram solicitadas todas as documentações da Sepror. Uma das documentações como pré-requisitos, é um termo de anuência prévia das organizações indígenas, nesse caso Funai e outras instituições”.
Auxiliadora diz ainda que até o final deste mês o projeto será encaminhado para o conselho diretor do BNDS para análise final. “Esperamos que seja aprovado e assinado ainda esse ano. Se isso acontecer, a partir do ano que vem a gente inicia a execução do projeto e impulsiona as ações contemplando inclusive o município de Parintins”. De acordo com ela, o projeto apresentado para que fossem discutidas ações, a forma como será aplicado os recursos, quais as comunidade beneficiadas diretamente, e os parceiros em potencial a nível local que devem contribuir e colaborar na execução do projeto.


Novo templo da Assembleia de Deus será inaugurado



Está previsto para os dias 03 e 04 de novembro os festejos de inauguração do novo templo da Igreja Assembleia de Deus em Parintins, situado na Avenida Amazonas, Centro. O Templo terá uma área 18x75m, e capacidade para mais de 1500 pessoas, sendo que 1000 lugares para pessoas devidamente sentadas.
A Assembleia de Deus é a Igreja que segundo dados do Instituo Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE) têm maior números de evangélicos no país, e também no Amazonas. A obra já está na reta final, e a inauguração terá várias atrações, presença da Rede Boas Novas que vem de Manaus fazer a cobertura do evento, e do pastor presidente da Convenção do Amazonas, Jhonatas Câmara.
O pastor Jurandir da Costa Pinto, relata que a inauguração vai ser um momento de alegria e representa vitória. “Estamos na reta final para inauguração, agradecemos primeiramente a Deus e aos nossos irmãos, o povo de Parintins que tem nos ajudado. Convidamos todas as pessoas para juntos fazermos uma grande festividade, para honra e glória do nome de Jesus. Começamos do zero, antigamente era um templo velho de 10 x 30m, hoje é o maior da Assembleia no interior do Amazonas, para a gente é uma grande vitória”, relata. A Assembleia de Deus completa 64 anos de fundação dia 30 deste mês.

Começam campeonatos da LPF



O campeonato de base da Liga Parintinense de Futsal (LPF), nas categorias sub-13, 15, e 18 no masculino, e feminino principal, começou no último sábado no Ginásio Elias Assayag com o torneio de abertura. A edição deste ano conta com cinquenta equipes, e aproximadamente 500 atletas.
Para o treinador de cinco equipes inscritas, Beto Pupunha, o campeonato ajuda a tirar crianças e adolescentes do caminho errado. “Parabéns ao presidente da LPF, José Augusto, pela iniciativa, viemos com cinco equipes participar. Nós do show de bola somos os atuais campeões invictos e temos a missão de trazer o bicampeonato no sub-13, e lutar para ser primeiro nas outras categorias. O nível do campeonato é alto, se tivéssemos mais apoio seria ainda melhor, agradecemos de coração as pessoas que apoiam o esporte”.

Show feminino

Alexandra Simas, única menina que joga com os meninos do sub-15, foi a principal atração do torneio início, e titular da equipe Show de Bola. A garota deu um verdadeiro show em quadra, marcando gol para felicidade de familiares e vibração da torcida. “É legal jogar com os meninos, porque além de adquirir experiência, foi uma satisfação fazer gol neles. Eu sempre assistir o jogo da seleção de futebol feminino, e minha inspiração é a Marta, um dia chego ao nível dela”, declara.
José Augusto Ferreira, Presidente da LPF, ficou contente por ver o ginásio lotado de atletas. “A liga proporciona lazer sadio aos participantes, fico realizado como desportista, espero que no decorrer das competições os desportistas possam comparecer para contribuir com o sucesso do nosso campeonato. Agradeço aos presidentes de clubes que levaram suas equipes, foi um torneio corrido porque tentamos fazer dentro de um horário que nos foi cedido (18h às 22h30)”. As rodadas acontecem nas terças e quintas, a partir das 18h no Ginásio Elias Assayag, o ingresso custa R$2,00 para prestigiar os talentos do futsal. 

Mae pune filha menor de idade após ser ameaçada de morte


        Dona de casa diz que a filha ficou revoltada desde que separou do pai dela

Uma dona de casa de 35 anos de idade moradora da Rua Alberto Mendes, bairro Francesa, foi presa em flagrante na manhã de ontem, pela Polícia Militar após ter sido denunciada por espancamento contra a filha de 11 anos de idade. A dona de casa diz que não teve a intenção de ferir a filha, mas o fato aconteceu após a menina dizer palavras de baixo calão contra ela e a ameaçou de morte.
A mãe relata que ao pedir que a filha fosse até a casa de uma tia buscar água, iniciou a discussão. “Ela não queria ir fazer o mandado e insistir, de repente começou me ofender com palavras de baixo calão e ameaçou que ia me matar, me irritei e peguei um pau para bater ela, quando bati, pegou na cabeça dela”.
A dona de casa revela que desde que separou do pai da garota ela está agressiva. “Mas as palavras que ela usou, jamais pensei que pudesse falar. Não queria ter machucado ou ferido, ela é minha filha. Com a separação, fiquei com a guarda dela e de dois filhos. Eu só queria corrigi-la”. O cabo da Polícia Militar Clemilson Gomes, disse. “Fomos acionados pela equipe do sargento Jerre do Corpo de Bombeiro que uma criança estava sendo agredida pela mãe. Ao chegarmos ao local, o caso foi comprovado e trouxemos a senhora para apresentar-se na Delegacia Especializada de Combate ao Crime contra Criança, por lesão corporal e agressão contra menor”.
Nilciara Barbosa, Conselheira Tutelar, revela que informações de vizinhos, é que a menor é violenta e agressiva. “A culpa na maioria das vezes é dos próprios pais que não estão tendo pulso firme para criar os filhos. Isso faz com que se tornem rebeldes, como foi o caso dessa menina, que mandou a mãe pra tudo que é lugar e ainda a ameaçou de morte. Agora, nada justifica o que a mãe fez, por isso, ela ficará aguardando os procedimentos que serão encaminhados ao Juiz de Infância e Juventude e deve cumprir alguma pena por ter praticado a violência.

Agricultor sofre atentado após negar cigarro a um colega




Homem foi caceteado e atingido no peito por um gargalo de garrafa

O agricultor Izael Pereira de Souza, 36, foi atingido com duas estocadas de gargalo de garrafa, desferidas por um cidadão identificado apenas por Jeová. O fato aconteceu na estrada que liga as comunidades Nossa Senhora do Laguinho, ao Assentamento Vila Amazônia. Segundo a vítima, o fato aconteceu por volta de 3hs da tarde de domingo na estrada após negar cigarro ao acusado. “Nós éramos oito pessoas caminhando na estrada. Ele me pediu cigarro, eu disse que não tinha. Passei na frente dele e fui embora andando, de repente ele me deu uma cacetada na cabeça e caí no chão”.
Izael revela que ao tentar se levantar foi atacado novamente, e mesmo atordoado, por várias vezes desviou das investidas dos golpes, desferidos pelo agressor. “Eu estava tonto e não sabia o que estava acontecendo. Um dos meninos gritou que ele estava armado e queria me furar. Saí tentando levantar, ele queria acertar meu pescoço, desviei de vários golpes, mas um acertou meu rosto, e depois acertou o gargalo que entrou no meu peito”.
De acordo com a vítima, ele sempre ajudou o rapaz que dizia ser seu amigo. “Por confiar nele, quase fui morto. Escapei da morte, mas com uma dessas não vou mais confiar em pessoas desse tipo, traiçoeiras. Pessoas que se dizem amigas e são capaz de enganar e até matar. Se não fosse um rapaz ter me socorrido, essa hora eu estaria morto”, finaliza Izael que se encontra em um dos leitos do Hospital Padre Colombo.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Pastor evangélico tenta suicídio



Dois dias após relatar a reportagem do Gazeta Parintins que preferia a morte que ser preso pelas acusações de estupros contra crianças, o pastor  evangélico Valdivino Oliveira 58, atentou contra a própria vida na manhã de hoje (quinta-feira, 18). O fato aconteceu por volta  de 9hs, no momento em que uma equipe da Polícia Civil cumpria o Mandado de Prisão expedido pela Juíza Melissa Sanches, titular da 2ª Vara Criminal de Parintins, contra o religioso.
No momento em que os policiais civis chegaram a residência de outro pastor onde Valdivino se encontrava, na Rua 6, Bairro Paulo Corrêa, próximo ao Campo dos Carroceiros, ele tentou suicídio cravando no abdome um espeto de assar churrasco. Quando o pastor tentou desferir outros estocadas contra o próprio tórax, um dos policiais conseguiu segurar a mão do mesmo e impedir o ato.
A estocada atingiu a altura do estômago de Valdivino que foi conduzido na viatura da Polícia Civil ao Hospital Padre Colombo onde se encontra internado. Na hora do ocorrido um dos policiais teria aconselhado o pastor dizendo “o senhor é pastor, e se acredita em Deus não pode tirar a própria vida. Se o senhor tem Fé, sabe que é no momento de aperreio que não se pode esquecer dele”.
 A Delegada Ana Denise que comandou as investigações, foi quem solicitou a prisão preventiva do acusado. Após ter alta do hospital, o pastor deve ser conduzido ao Presídio Público para aguardar julgamento. A mãe de uma das menores estupradas, afirma conhecer mais duas crianças vítimas do acusado.

Batida entre motos deixa homem com um corte no braço


      Motorista machucado diz que não seguia em alta velocidade quando sofreu a colisão

No final da tarde de terça-feira, 16, o vendedor autônomo Vivaldo Corrêa Simas, 58, dirigia a moto Biz de placa JXD 4071 quando foi atingido por traz, pela moto Strada de placa JWW 5635. Na direção da moto que causou a batida estava uma menor de 17 anos de idade. O acidente aconteceu na Rua Barreirinha, próximo ao galpão do Boi Bumbá Caprichoso.
Vivaldo Corrêa revela que dirigia sentido Itaúna Santa Rita quando foi atingido, o choque o lançou de cima da moto. “Eu vinha a uns quarenta por hora e comecei a dar sinal para dobrar a esquerda, quando comecei a reduzir, só sentir o impacto que me jogou da moto e cair no asfalto. A moça veio por traz não prestou atenção e me bateu. Ela se machucou, mas eu me machuquei mais ainda e sofri um corte no braço esquerdo”, disse.
O vendedor e a menor foram conduzidos ao Hospital Padre Colombo onde foram medicados. Após os procedimentos médicos, o casal e as duas motos foram conduzidas pela Polícia Militar até Delegacia Interativa de Polícia (DIP) onde foram apresentados a Polícia Civil para que fossem feitos os procedimentos legais.
A menor não quis gravar entrevista, mas segundo ela a moto Strada pertence a uma colega dela. A adolescente confessou ter pegado a moto sem o consentimento da proprietária. Ela afirmou que vai pagar tanto os prejuízos da moto do senhor Vivaldo quanto da colega, a qual não revelou o nome.

Pastor é acusado de estuprar crianças


     Mãe de uma das vítimas diz que a filha contou a ela que o acusado dava dinheiro a menina

O Pastor Evangélico Valdivino de Oliveira, 58, está sendo acusado de estupro de vulnerável contra uma menina de 8 anos de idade, e outra de 10. Por volta de 10hs de terça-feira, 16, os pais das menores, ao denunciarem o crime, avisaram a polícia que o pastor já estaria deixando o município. Uma equipe ao comando do investigador Humberto Santos se dirigiu ao porto da cidade e conduziu o acusado até a Delegacia para prestar esclarecimentos.
A mãe da menor de 8 anos esteve na Delegacia de Combate ao Crime contra Mulheres, Menores e Idosos (DECCMMI) para denunciar o caso, e  disse. “Minha filha foi fazer xixi e começou a sentir dores. Perguntei o que aconteceu, ela contou que o pastor Valdivino dava dinheiro a ela, acariciava os seios e esfregava as partes íntimas dela. Ele dava uma de bom pastor, jamais desconfiei que fosse capaz de fazer algo assim”.
A mãe da menor diz ainda que o pastor abusou de quatro crianças, mas os pais de uma garota de 8, e um menino de 7 anos não registraram o caso. O pastor foi detido quando tentava fugir. “No Exame de Conjunção Carnal feito na menina de 10 anos foi constatado estupro, na minha filha ouve um pequeno rompimento, só não entendo porque mesmo com a comprovação do estupro, por meio dos exames, ele ainda foi solto. Que Justiça é essa?”, reclama.
De acordo com a mãe da menina, outra coisa que a revolta é que o dinheiro do dízimo e ofertas, que era para ser sagrado, ele usava para fazer isso com as crianças. “Eu apelo a Justiça para prender esse homem, ele é um monstro e tem que pagar pelos crimes que cometeu. Sabe se lá quantas crianças ele já abusou por ai. O Satanás veio pra matar, roubar e destruir. E esse pastor dava uma de pregador da palavra de Deus e praticava maldade contra as crianças”, lamenta a mãe da vítima.


Pastor se defende de acusações

Em entrevista ao Gazeta Parintins, o pastor Valdivino de Oliveira, 58, afirma que não praticou estupro contra as crianças e revela que ajudava a família de uma das meninas que a mãe o acusa, por que o marido da mesma está preso. “Sempre ajudei a família de um jovem que está preso. Todos os dias a filha dele ia buscar dinheiro para comprar do café ao jantar e sei que vou continuar ajudando”.
O pastor diz que, “abracei essa menina, mas jamais fiz algo com ela, Deus é meu testemunho. Isso é inveja que as pessoas têm de mim. Eles não querem ver a obra de Deus crescer. O povo evangélico é muito perseguido. Eles querem acabar com minha carreira de pastor. Mas eu prefiro morrer que ser preso. Se isso acontecer vou dar um tiro na cabeça e me matar, pois isso é melhor que ser preso, vou continuar defendendo minha inocência, pois jamais fiz algo assim”, declarou.
Valdivino relata que já trabalhou em Parintins e fazem oito meses que retornou e trabalha em uma igreja no Paulo Correa. “Eu abraço todo mundo, faço isso para agradar as pessoas. Minha idade não permite fazer uma maldade, já andei todo o Brasil e jamais fiz algo que comprometesse minha índole. Eu não estava fugindo, eu e outro pastor íamos trabalhar em Manaus e depois voltaríamos. Isso é uma armação contra minha pessoa, mas não vou acusar ninguém, pois a Bíblia fala que quem acusa sem merecer vai pagar o preço.

Delegada afirma que o caso está sendo investigado



A delegada Ana Denise titular da DECCMMI, relata que após receber a denúncia feita pelos pais das menores que o pastor Valdivino de Oliveira teria abusado sexualmente das meninas, e que estaria fugindo da cidade, montou uma equipe que conseguiu levá-lo a delegacia. “Deslocamos uma equipe que conseguiu trazê-lo a Delegacia e prestar esclarecimentos do caso. Pedimos o exame de conjunção carnal e em uma das crianças foi comprovado o estupro, estamos aguardando o resultado do exame da outra criança”, relatou.
Ana Denise diz que, estão ouvindo os familiares das vítimas, e as menores, de 8, e 10 anos, e o acusado para coletar as provas. “Vamos investigar se existem outras crianças vítimas de abuso praticado pelo pastor. Esperamos que a partir da divulgação do caso, se houver mais vítimas com certeza vão comparecer a Delegacia para denunciá-lo. Esse não é o primeiro caso envolvendo pessoas da igreja que acontece em Parintins”, revela. Segundo a delegada o pastor foi indiciado por estupro de vulnerável, e após ser ouvido pelo escrivão Juliandrey Piedade, foi liberado. Ela informou que pelo fato do acusado não ter sido pego em flagrante, o mesmo não pode ficar preso, mas se for comprovado a prática dos casos de estupro, ele pode ser condenado no mínimo em até 16 anos de prisão.

Sede de campeão e a melhor do Festival de Toadas deste ano



A toada vencedora da sexta edição do Festival 2012 foi Sede de Campeão composta por Geandro Matos e Julio Cesar, e recebeu o prêmio de R$5000,00. Pelo segundo ano consecutivo, o compositor Geandro Matos vence o Festival, ano passado a toada vencedora de autoria dele fez parte do CD do Boi Garantido 2012.  No Festival deste ano a toada campeã pelo Caprichoso foi: As águas do tempo composta por Eder Lima e em segundo Campeão da terra de Cézar Moraes. Pelo Garantido a vencedora foi Sede de Campeão de Geandro Matos e Julio Cesar, e segundo lugar, O agricultor do compositor Murilo Maia. As campeãs receberam a premiação de dois mil reais, e as segundas melhores R$1500,00, o prêmio de melhor interprete foi para Nicolas Junior.
As composições foram defendidas no palco por toadeiros de Parintins e também da Capital. “Pessoas da Capital e outras cidade vieram prestigiar, esse Festival foi superpositivo, sabemos que revela novos talentos e valoriza a cultura parintinense e não tem porque não continuar acontecendo”, declara a subsecretária Karla Viana.
O Festival aconteceu de 13 e 15 de outubro. Cento e nove composições foram inscritas e 28 selecionadas pela Secretaria Municipal de Industria Comércio e Turismo (Sictur), julgadas nas três noites do evento. A programação aconteceu na Praça Digital Cristo Redentor e milhares de pessoas prestigiaram a festa que valoriza o ritmo parintinense. Os bumbás Garantido e Caprichoso animaram a festa que no último dia teve presença dos levantadores de Toada David Assayag e Sebastião Junior.

domingo, 14 de outubro de 2012

Dois casos de estupro envolvendo menores registrados na Delegacia


    Uma das vítimas sofreu o abuso após uma festa de aniversário no último sábado

Segundo a delegada Ana Denise, titular da Delegacia de Combate ao crime contra Criança e Adolescente, foram registrados dois casos de estupros terça-feira, (9). Um aconteceu contra uma menina de 12 anos de idade após uma festa de aniversário, e outro contra uma jovem de 14 que estaria grávida de três meses e só esta semana os familiares da menor registraram o caso.

Ana Denise revela que o estupro aconteceu por volta de 23h de sábado, 6, após uma festa promovida por um grupo de adolescentes. “Os jovens alugaram uma chácara na Estrada do Macurany, próximo a Cavalaria, para comemorar o aniversário de uma colega da jovem. Ela informou que no local houve música eletrônica e alguns adolescentes e, bebida alcoólica”.
A titular revela ainda que a adolescente informou que ingeriu bebida e lembra quem a ofereceu o último copo. “A adolescente não sabia bem, mas identificou o jovem que ofereceu a bebida. Após sofrer um possível coma alcoólico, ou possivelmente ser drogada com rulpinol, o rapaz de 16 levou a jovem para a estrada e lá abusou sexualmente dela. Ela foi encontrada por um casal que a levou ao hospital”.
A Delegada diz que a mãe da menina soube por que no hospital foi constatado o abuso sexual. “Vamos contactar a médica que a atendeu para fornecer a polícia o diagnóstico, mas já solicitamos o Exame de Conjunção Carnal. Os investigadores Humberto e Leno trabalharam ontem o dia todo para chegar ao suposto autor do crime que é menor e, alega que o fato aconteceu com o consentimento da jovem”.
 Ana Denise diz ainda que o outro caso registrado foi de uma jovem de 14 estuprada há três meses, e pelos resultados de exames em poder da família, mostram que ela esta grávida. “Ela já foi ouvida e prestou esclarecimento. Estamos ouvindo as testemunhas e vamos indiciar o autor. A pessoa ainda não foi identificada, a vítima deu um nome, mas não sabemos se é ou não familiar dela”, completou.

De acordo com a delegada, no caso da jovem que está grávida se o autor for maior de idade vai pedir ao Juiz a prisão preventiva do acusado. “O jovem de 16 que estuprou a menor de 12 na noite de sábado, vai responder ao ato infracional por estupro de vulnerável e vamos encaminhá-lo para justiça, a pena em razão da menor idade, ele fica retido até 21 anos. Vamos notificar o proprietário do estabelecimento, onde aconteceu a festa de aniversário na noite de sábado, regada a bebida, e depois a jovem foi estuprada”, finaliza. 

Udevip busca parcerias para construir complexo para deficientes


       Construção do local pode oferecer acessibilidade a mais de vinte mil deficientes na cidade

A União dos Deficientes Visuais de Parintins (Udevip) luta por inclusão social. Segundo o radialista Elenilson Ramos, presidente da entidade, a busca por parcerias junto ao governo municipal, estadual, federal e sociedade civil é para a construção de um complexo que beneficie mais de vinte mil deficientes que vivem em Parintins.  
Elenilson Ramos revela que o projeto do complexo está pronto e foi doado à associação pelo arquiteto Marcelo Brasil, proprietário de uma empresa de arquitetura em Manaus. “A doação se deu através do nosso amigo Eduardo Brasil que abraçou a causa e está nos ajudando. Estamos unindo forças e vamos pedir apoio ao poder público municipal, estadual e federal para executar o projeto que segundo o arquiteto custa em torno de quatro milhões”.

Expectativa

O presidente revela ainda que pelo censo 2010 do IBGE, em Parintins vivem 20.136 (vinte mil cento e trinta e seis) pessoas com deficiência. “Essas pessoas já comemoram e vivem a expectativa de ver esse sonho realizado o mais breve possível, pois a família Siridó que teve acesso ao projeto, ficou encantada e já ofereceu o terreno para a construção do complexo. Se o poder público a nível municipal, estadual, federal e empresas privadas nos apoiarem, o complexo será construído”.
De acordo com Ramos, o complexo será todo adequado ao deficiente com salas de aulas, local de eventos, posto médico, oficinas, área comercial, quadras de esporte, piscina, estacionamento, para atender as necessidades de todos. “Segundo o arquiteto, em Curitiba no Paraná, existe um complexo desses. A Udevip está unindo forças para que seja construído em Parintins um espaço desses que venha beneficiar os deficientes”, disse.

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Alexandre da Carbrás é o novo prefeito de Parintins


         Prefeito eleito agradeceu ao povo e correligionários pela conquista

Carlos Alexandre Ferreira Silva (Alexandre da Carbrás) foi eleito novo prefeito de Parintins com 21.087 votos (46,4%), cujo slogan da coligação foi o Povo em Primeiro Lugar. Após sair o resultado oficial às 20h no Cartório da 4ª Zona Eleitoral o povão foi às ruas comemorar a vitória terminando na Praça dos Bois.  O candidato Messias Cursino (PDT), obteve 20.526 votos (45,1%), Lazaro Teixeira (PT) conquistou 3692 votos (8,1%), Douglas Carmona (PV) teve 104 votos e Dietrich Mendes (PSOL) 63.

O prefeito eleito Alexandre da Carbrás agradeceu o povo e aos adversários pela vitória. “Quero agradecer o povo de Parintins que acima de tudo soube exercer a democracia com sabedoria, aos meus adversários que sem eles não teríamos uma vitória como essa, a justiça pela lisura que foi esse pleito, aos nossos correligionários e amigos. Ganhamos essa eleição e a vitória é do povo de Parintins”, ressaltou.

O vice Carmona Oliveira, falou sobre a conquista. “Essa vitória na verdade foi do povo, a dificuldade foi grande, trabalhamos demais, mostramos projetos e não atacamos ninguém. O povo correspondeu para que pudéssemos adquirir mudança em Parintins e graças a Deus estamos comemorando essa vitória”.

Os candidatos a vereador eleitos para o pleito (2013 – 2016), foram: Maildson Araujo (PSDB) 2925 votos, Vanessa Gonçalves (PMDB) 2200, Matheus Assayag (PSDB) 1653, Raimundo Cardoso (PMDB), o Cabeça, 1589, Rildo Maia (PSD) 1362, Nelson Campos (PRTB) 1021, Gelson Moraes (PT) 963, Karine Brito (PSD) 829, Ernesto de Jesus (PTN) 767, Juliano Santana (PDT) 738, Everaldo Batista (PPS) 713.

O juiz eleitoral Itamar Gonzaga falou como o pleito 2012 transcorreu na cidade. “O cartório eleitoral se preparou com muito afinco e conseguimos arregimentar um grande número de colaboradores. Trabalhamos na parte de segurança e tudo isso aliado à colaboração do parintinense fez com que tivéssemos um dia de eleição tranquilo”. O juiz deixa um recado ao prefeito eleito. “O que a justiça eleitoral e a justiça como um todo espera é que o novo prefeito do município trabalhe bastante, pense no povo e tenha uma administração transparente para que haja realmente progresso na comarca de Parintins”, finalizou.

Estudante morre com um tiro de espingarda


     Garoto disse à mãe que ia caçar, não voltou e foi encontrado morto

Andrey dos Santos Pereira, 15, morador da comunidade Betel, Rio Mamurú, faleceu após sofrer um tiro na região do tórax, na manhã de quarta feira, 03, quando saiu para caçar. O garoto estudava o 9º ano do ensino fundamental na comunidade Cristo Moriá. Como a localidade faz parte do território do Pará, fronteira com Parintins, a investigação está sob responsabilidade da polícia paraense, que vai averiguar se foi homicídio ou suicídio.
A mãe Andrea Pereira, relata que antes de sair o filho se despediu da família.  “Ele pediu a espingarda do tio e disse que ia caçar um porco que estava invadindo nossa roça, meu irmão ficou meio desconfiado, mas deu. Ele tomou café comigo, se despediu, me abraçou, abraçou os irmãos e saiu. Meu cunhado ouviu o disparo, mas não imaginou que tivesse se atirado, jamais pensei que iria fazer isso. Ele falou para minha sobrinha avisar na escola que não ia, porque iria treinar na comunidade da Sabina, no campeonato que participava, a gente pensava que tinha ido por terra para lá, por isso ficamos despreocupados”.

Choque hipovolêmico

Segundo ela as 17h30, começou a senti um aperto no coração e pediu a outro filho ir a comunidade ver se ele estava lá. “Meu filho foi e disse que não estava como mãe, senti que estava morto. O corpo foi encontrado a noite na estrada. Era uma ótima pessoa, sempre nos ajudou, foi criado pelos avós, mas nos últimos anos estávamos muito agarrados”, diz emocionada. O técnico de necropsia, Afrânio de Jesus, do Instituto Médico legal (IML), relata que o jovem teve grande perda de sangue. “O disparo transfixou o pulmão direito, diafragma, fígado direito, e alças intestinais, que causou choque hipovolêmico. O sangue ficou acumulado no tórax, constatamos mais ou menos 4000 ml, que o levou efetivamente a morte. O disparo foi no tórax anterior a direita e os cinco projéteis foram encontrados na altura da décima costela, significa que o disparo foi de cima para baixo, entrou próximo do mamilo direito e encontrado abaixo da região do fígado, direito”.

Devotos festejam padroeiros com procissões



No final de semana fiéis saíram em procissão por ruas da cidade manifestando fé aos santos padroeiros. Sexta feira devotos de São Benedito percorreram pelo Bairro e, sábado aconteceu a procissão de São Francisco das Chagas, no Emílio Moreira. Demonstração de devoção, amor, e agradecimento pelas graças alcançadas.
Para César Portilho, devoto de São Benedito é sempre bom reverenciar esse momento de fé com a família. “Todo ano participo desta maravilhosa festa de São Benedito, faço questão de vim à procissão acompanhado da minha família. Esse santo foi um frei que trabalhou pelos pobres, fez crescer a devoção de pregação do pão, começou trabalhando nas minas de carvão, é um homem de humildade plena”, relata Portilho.
A devota de São Francisco das Chagas, Ana kelly Farias Jacaúna, uma das coordenadores da festa do santo da comunidade Emílio Moreira, declara que o tema desse ano foi relacionado a família a exemplo de São Francisco, que despojou-se de riquezas e viveu para dividir, partilhar. “Dessa humildade que temos no nosso intimo vamos partilhar também conduzindo nossa família. A comunidade Emílio Moreira trabalha muito pela família, na catequese, na eucaristia, celebração. O dinheiro arrecadado no arraial será destinado para a conclusão da obra da igreja de São Francisco das Chagas”, diz Ana. Para o padre Edson Ferreira, manifestações como esta é importante para a comunidade. “É um momento de confraternização, onde os fieis tem oportunidade de demonstrar seu amor e agradecer pelas graças alcançadas, um momento de celebrarmos juntos”, ressalta.

Renovação Carismática realiza congresso diocesano



Com o intuito de levar a palavra de Deus e falar das maravilhas realizadas por Jesus Cristo, acontece de 11 a 14 deste mês, na Quadra Silvio Myoto, o Congresso Diocesano de Evangelização do Movimento da Renovação Carismática Católica (RCC). A informação é de José Paulo Pacheco de Souza, coordenador da RCC, da Diocese de Parintins. Ele confirma a participação de fieis vindos de cidades do Pará e Amazonas e comunidades do município.
José Paulo revela que após três anos de luta, o evento está confirmado e convida a população a participar. “Convidamos todos, pois o movimento visa acima de tudo evangelizar, levar a palavra de Deus e falar das maravilhas feitas por Jesus Cristo. Está sendo preparando uma estrutura para receber em torno de 700 pessoas, membros das caravanas vidas do Pará e Amazonas”.  O coordenador diz que, membros do movimento RCC de Maués Nhamundá e Boa Vista do Ramos, Manaus, Barcelos, Borba, Altazes no Amazonas, e Óbidos, Terra Santa, Curuá, Juruti e Santarém do Pará, e das comunidades Bom Socorro do Zé Açu, Vila Amazônia, Mocambo e Caburi, já confirmaram presença. “As pessoas de outras comunidades ou cidades de qualquer lugar que quiserem participar, serão todos bem vindos”, ressalta. Marcos Volcan, presidente nacional do movimento, Luiz Cesar que também faz parte da direção nacional do movimento, e Irlanda Bindá, coordenadora estadual da RCC, vão participar do congresso que não acontecia há pelo menos 17 anos na cidade. “Parintins foi a primeira cidade do Brasil a receber o Movimento RCC que nasceu em 1967, nos Estados Unidos, e chegou aqui nos meados de 1968, 69, em torno de 44 anos trás. O evento serve de preparação ao Jubileu de ouro do nascimento do RCC que acontece em 2017.”, revela José Paulo.

Arma calibre 38 é encontrada no Bairro União



Na madrugada de domingo, 07, numa blitz policial da lei eleitoral, operação de combate a lei seca e compra de voto, os agentes da lei encontraram um revolver calibre 38, jogado numa sarjeta na Rua Larga, Bairro União. A arma tem cano longo e estava com duas munições intactas.
Segunda a Delegada Ana Denise que acompanhou a blitz, foi feito o auto de apreensão na delegacia e a arma vai ficar a disposição da justiça, a policia está investigando e já tem possível suspeito. Ela avaliou como tranquilo o pleito eleitoral, tendo alterações apenas nos últimos dias da campanha.

Jacaré ataca homem durante pescaria


        Vítima contou que o animal tinha mais de cinco metros e não conseguiu matar

O interiorano Benedito da Silva Batista, 23, que trabalha em uma fazenda no Paraná do Xibui, escapou da morte ao ser atacado por um jacaré que o mordeu na coxa direita e causou um ferimento de aproximadamente vinte centímetros. O fato aconteceu por volta de 13h de sexta-feira, 5, em um dos lagos, nas proximidades da fazenda, no momento em que Benedito e dois colegas de trabalho, pescavam para o almoço.
Benedito é morador da comunidade Bom Socorro do Zé Açu e estava há algum tempo no Paraná do Xibuí trabalhando em um roçado, no momento do acidente, pescava Tamuatá. “Estou há pouco tempo naquela região e junto com dois colegas fomos pescar Tamuatá. Colocamos a malhadeira e como o lago é um lugar com muita lama e atola bastante, a malhadeira engatou e fui desengatá-la”, conta.
A vítima diz que no local em que pescavam a água estava abaixo da cintura. “Quando me movimentei, acho que minha perna tocou em um jacaré que partiu pra cima de mim e abocanhou minha coxa. Não deu tempo para me esquivar, quando vi já estava me mordendo. Consegui me livrar do animal e gritar para meus colegas me socorrerem”, lembra.
Batista diz ainda que, por estar machucado não conseguiu matar o jacaré que tinha mais de cinco metros. “Lá é uma área que ninguém pesca”, disse.  Por volta das 18h, Benedito deu entrada no Hospital Padre Colombo onde recebeu os primeiros socorros e por volta de 18:30, foi conduzido ao Hospital Cohen onde passou por uma cirurgia que durou aproximadamente 2:30h. Um amigo da vítima informou que ele passa bem, e o cirurgião Thiago Ferreira foi quem o atendeu.

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Asase continua com ações de preservação dos lagos



As ações feitas por moradores da comunidade Parananema que englobam os projetos de preservação da Associação de Sustentabilidade Ambiental Social e Econômica do Parananema, Macurany e Aninga (Asase), e o projeto de conservação Pé de Pincha continuam. No final da tarde de ontem, oito voluntários que estavam na região do Lago do Cará Açu, em contato com a redação do jornal, reafirmaram que vão permanecer na região para combater os ataques de pescadores aos lagos.
Marcelo Farias revela que as ações estão dando resultados e as comunidades Aninga, Parananema e Macurany serão beneficiadas. “Por isso continuamos as ações. Graças a Deus já conseguimos coletar 11 ninhadas e em torno de 230 ovos que foram plantados na área da escola da comunidade, após eclodirem, os filhotes de quelônios serão devolvidos a natureza na soltura que acontece em junho de 2013”.
O voluntário diz que fizeram isso para que os moradores dessas localidades não sejam prejudicados no futuro com a falta de pescado. “Se não fiscalizarmos, todas as espécies serão retiradas daqueles lagos onde alguns anos já não se pegavam mais nada de peixe. Outra, queremos preservar os lagos porque são considerados por nós como um berçário de muitas espécies, principalmente Pirarucu que está correndo risco de extinção”.
Os associados pedem contribuição do Ibama e Sedema nos trabalhos. “Sabemos que estão sem logística, mas se quiserem, podem vir, pois a presença deles iria contribuir muito com nossa luta. Mas independendo disso, o que queremos é continuar nosso trabalho e não vamos desistir da luta para preservar a natureza. A partir de agora, com 12 pessoas que vieram do Macurany para somar com nós, já somos 32 voluntários. As ações vão contribuir para a preservação das espécies e a boa alimentação dos comunitários que não vão passar fome”, finaliza Marcelo.

Motorista perde o controle do veículo e provoca acidente


    Segundo morador que ajudou condutora, acidente poderia ter sido pior se tivesse mais alguém no do carona

O condutor de uma Picape Ranger, cor preta, de placas OAD 7858, que passava na Estrada do Macurany, em frente a fazenda do médico e pecuarista Aldemar Kimura, perdeu a direção do veículo, saiu da estrada, destruiu a frente do carro e mais de dez metros da cerca da fazenda. O acidente aconteceu no final da manhã de sexta-feira, 28.
Segundo informações de Adson Silva, morador do Macurany que passava no local na hora do acidente, e ajudou no socorro, uma mulher de aproximadamente 30 anos estava sozinha no carro. “Ela falou que um animal atravessou rápido na estrada e se assustou, tentou desviar, perdeu a direção e entrou na cerca”.
Adson diz ainda que se tivesse mais alguém no carro, o acidente poderia ter sido pior, pois uma das ripas se desprendeu da cerca entrou direto atravessando o para brisa e o banco do carona. “Outra ripa entrou direto no motor. O carro seria de um homem que trabalha na obra do conjunto que está sendo construído na comunidade. Era aproximadamente 12h e ela dirigia sentido cidade ao Macurany quando aconteceu o acidente”.
Na manhã de sábado funcionários da construtora NV estiveram no local e fizeram a recuperação da cerca que havia sido danificada com o impacto do veículo que teve a parte frontal parcialmente destruída. O carro se encontra em uma oficina do Bairro Emílio Moreira, revelou o comunitário.  Uma das pessoas que ajudou a retirar o veículo do local do acidente, e preferiu não se identificar, relatou que o carro é de uma pessoa conhecida como Fabrício.

Pesca de tambaqui está proibida desde o dia 01 para garantir a reprodução da espécie



O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), obedecendo a Instrução Normativa de número 35/2005, proíbe desde o dia 1ª de outubro de 2012 a 31 de março de 2013, , a pesca, armazenamento, transporte e comercialização da espécie Tambaqui (Colossama Macropomum), independente do tamanho.
Segundo Geraldo Santos, chefe substituto da unidade avançada da instituição em Parintins, a proibição acontece por causa do período do defeso, que entra em vigor na época da reprodução da espécie que está ameaçado de extinção. “Nesse período os pescadores não podem capturar, armazenar, transportar ou comercializar o tambaqui de qualquer tamanho, ou quantidade”, informa.
Santos avisa as empresas ou pessoas que por ventura estiverem com estoque do pescado, que o prazo para procurar o escritório do Ibama e fazer a declaração do estoque encerra amanhã (2 de outubro). “Donos de frigoríficos ou feirantes que não seguirem as regras não vão poder movimentar o estoque, sob pena do pescado ser apreendido”, adianta.
O substituto da unidade esclarece ainda que as pessoas que tem o estoque de peixe podem comercializar livremente, desde que façam o cadastro para que possamos ir ao local conferir o peso. “A partir daí eles apresentam o cadastro federal documento do IPAN, o documento da Secretaria de Meio Ambiente e a nota fiscal e podem trabalhar normalmente”, ressalta. De acordo com ele, as pessoas que criam a espécie em cativeiro, normalmente tem a documentação que é apresentada ao Ibama. “Nesses casos autorizamos a comercialização do pescado que geralmente são despescados, pesando em média um quilo e meio a três quilos por unidade”, finaliza.

Professor esclarece sobre imagens veiculadas em programa eleitoral


    Docente diz que movimento estudantil não autorizou a nenhum candidato uso de imagem

O professor Alexandro Medeiros do curso de Serviço Social da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Campus Parintins, vem a público esclarecer que o movimento estudantil da Ufam e Uea não autorizou o uso das imagens onde aparecem estudantes e que estão sendo utilizadas em propagandas eleitorais. As imagens são dos participantes das ações contra a terceirização do SAAE e da macha contra corrupção feitas pela sociedade civil organizada.
O professor afirma. “Não temos nenhuma ligação com qualquer partido político que esteja disputando a eleição municipal, tanto na esfera executiva quanto legislativa. Estamos esclarecendo a sociedade que os programas que exibem o movimento estudantil universitário, inclusive com imagens da própria universidade divulgada nessas propagandas, não têm autorização da instituição para serem exibidas”.
 Alexandro diz preocupado quanto à forma de utilização das imagens e, o sentido que podem gerar junto à sociedade, de que eventualmente estejam apoiando determinada candidatura. “Não queremos que as imagens dos movimentos venham favorecer um candidato. Então que fique bem clara a neutralidade da universidade”, ressaltou.
Medeiros alerta que a universidade em nenhum momento apoia qualquer partido político que esteja exibindo as imagens que os movimentos estudantis aparecem. Inclusive muitos estudantes estão reclamando por suas imagens estarem aparecendo nos programas de televisão.

Candidatos à prefeitura de Parintins participam de debates na UEA e Colégio Batista


     Aspirantes ao cargo pautaram planos de governo em cima da Educação, segurança e geração de emprego

Os candidatos Dietrich E. Mendes (PSOL), Lázaro Teixeira (PT), e Messias Cursino (PDT), participaram semana passada de debates, onde tiveram mais uma vez a oportunidade de expor propostas e projetos à população parintinense nos setores de educação, segurança, infraestrutura, saúde, e políticas públicas para a juventude. O candidato Douglas Carmona não participou de nenhum debate nesse período eleitoral. Alexandre da Carbrás (PSD) não participou dos dois últimos em razão do falecimento de seu pai na capital do Estado quinta feira, 27, o ex-prefeito de Parintins, Carlos Alberto Barros da Silva.
Na quinta feira, 27, o debate aconteceu no Auditório da UEA, Campus Parintins, realizado pelo Movimento de Mulheres da Amazônia (Mani), Centro de Estudos Superiores de Parintins (Cesp), e Instituto de Ciências Sociais Educação e Zootecnia (Icsez).
Sábado, 29, aconteceu o último debate da eleição desse ano, no Auditório do Colégio Batista de Parintins, idealização dos estudantes do segundo ano do ensino médio do educandário, Projeto Primeiro Voto. O objetivo foi passar a importância da democracia e do voto consciente. Foram credenciados estudantes de cinco escolas da cidade, que também participaram fazendo perguntas inscritas que foram selecionadas pela coordenação.
Para um dos coordenadores, o estudante Hendreu Reis, 16, o debate foi uma oportunidade para a juventude poder ouvir os candidatos e fazer a melhor escolha, mas, lamenta a pouca partição dos estudantes do ensino médio. “Contávamos com a presença de todos os alunos das escolas que foram credenciados, visto que deveriam ser os mais interessados no debate, cujo nome do projeto é Primeiro Voto, mas menos da metade compareceu”, relata. Os coordenadores agradeceram aos candidatos e presentes, imprensa, e os apoiadores do evento, segundo os mesmo um sentimento de dever cumprido com a democracia.

     Propostas


Dietrich E. Mendes, relata que o legado que fica dos debates é a esperança. “A democracia se faz assim. Participei porque acima de tudo sou competente e temente a Deus, confio em mim e sei aonde podemos chegar. Quero trazer um novo modelo de política para Parintins, voltada para a nossa sociedade. Precisamos fazer tudo o que é possível para os jovens para diminuir os índices de violência, através até do próprio Conselho Municipal de Juventude, e sanarmos os problemas através de cursos profissionalizantes, primeiro emprego, para que o jovem possa seguir a vida com dignidade”.


Lázaro Teixeira avaliou como positivo os dois debates. “Tivemos a oportunidade de ver o grau de equilíbrio dos candidatos, importante para a própria comunidade. A juventude que precisa realmente consolidar o voto, escolher seu candidato, a nossa mensagem é que vote consciente, não deixe que ninguém tire esse sublime direito, o voto é a arma mais importante da democracia. A nossa proposta prioritária para a juventude é políticas integradas de saúde, educação, criação e geração de emprego e renda, política da cultura, esporte e lazer, ocupação de espaços para os jovens, melhorar a qualidade da educação, segurança militar, e criar programas de fortalecimento das famílias”, relata.


O candidato Messias Cursino, ressaltou a importância das pessoas conhecerem seus representantes. “É preciso que os jovens possam escolher bem seus candidatos, ouvir o que pensam, seus projetos e programas de governo, se podem ser executados. Participei de todos os debates porque é um exercício que não só aprendemos, mais ensina, ouvindo os anseios do povo. Quero dizer que Parintins é o meu amor, e coloco minha vida, experiência a disposição dos eleitores, para construirmos uma cidade melhor para todos. No nosso governo ampliaremos as manifestações culturais da cidade e interior, melhorar os investimentos, construir complexos de lazer e esporte, praças com internet grátis, junto com o governo federal trazer o programa Lan House Pública para zona urbana e rural, entre outros benefícios”.