quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Jovem de 25 anos sofre acidente fatal



A jovem Luziane Simas Xavier, 25, morreu após um grave acidente na rua Armando Prado, próximo a São Benedito.  Segundo testemunha, o fato aconteceu as 4h15 de sábado, 24, quando a moto Biz-125, Azul, placa JXI 8227, que dirigia esbarrou no meio fio e a jogou contra uma castanholeira. Ela não resistiu ao impacto e faleceu no local do acidente.
Segundo o autônomo Walter Rodrigues Martins, 66, Luziane seguia sentido bairro centro. “Estava sentado em frente de casa quando ouvi o barulho, olhei e vi a moto arrastando no meio fio. A moça vinha uns 120 por hora que não ouvi o barulho da moto, só escutei o estampido, olhei e vi a mulher caída no pé da castanholeira”.
De acordo com Walter, a moto subiu mais de 70 centímetros e atingiu outra castanholeira. “Ela vinha na rua Lindolfo Monteverde. Ao fazer a curva a direita na Armando Prado, esbarrou no meio fio e foi lançada contra a árvore. A moto parou ao bater em outra castanholeira a pelo menos trinta metros da vítima”.

Testemunha

A testemunha lembra no momento em que o sargento levantou a moto, o ponteiro de velocidade marcava 120 quilômetros. “Um colega dela chegou e ligamos para a polícia e hospital. Ela usava capacete aberto na frente, mas o impacto foi tão forte que nem se mexeu, morreu na hora. Uma enfermeira que mora próximo ainda tentou alguns procedimentos, mas não reagiu”, revela.
Afrânio de Jesus Lima, auxiliar de necropsia diz que a jovem sofreu impacto frontal direito, fratura no braço direito e afundamento craniano do lado frontal direito. “O impacto foi violento que e a vítima faleceu por hemorragia cerebral e traumatismo crânio encefálico. Ela apresentava hálito alcoólico”.
Segundo registro da Polícia Militar, as informações de Antônio Oliveira Cursino, 25, colega de Luziane, dão conta que ela saiu de uma casa de show na estrada do aeroporto e voltava para a residência dos pais, onde o corpo foi velado na rua Armando Prado esquina com a 31 de Março. Luziane foi enterrada às 17h do mesmo dia. 

III Semana de Pedagogia do Cesp/UEA


Pedagogia como Práxis foi o tema da III Semana do curso do Centro de Estudos Superiores de Parintins – Cesp/ UEA, que aconteceu de 19 a 23 de novembro. O assunto foi abordado tendo em vista os desafios enfrentados por pedagogos, professores ao realizar uma prática educativa voltada às necessidades educacionais dos povos da Amazônia. Durante o evento houve momentos de discussão, interação, onde os participantes puderam ampliar conhecimentos sobre a temática.
“Parabenizo nossos acadêmicos do curso, avalio de grande aproveitamento e dizer que a semana nos despertou pra discutirmos mais sobre educar na Amazônia, a possibilidade de utilizar esse ambiente natural para ensinar, de pensar novas metodologias de trabalho no ensino na nossa realidade Amazônica. Fico feliz por compartilhar essa experiência, coordenando a III semana, não só eu mais todos os professores de pedagogia que puderam participar desse momento”, declara a coordenadora da Semana, professora Gyane Karol S. Leal.

II Encontro Fraternidade Espírita de Parintins


Com o tema central “Fora da Caridade não há Salvação”, encerrou domingo, 25, o II Encontro Fraternidade Espírita de Parintins, realizado pelo Centro Espírita Anna Prado, situado na rua 31 de Março, Centro. O objetivo foi divulgar a doutrina para práticas assistências. Durante o encontro houve arrecadação de donativos para famílias carentes.
De acordo com a coordenadora do encontro Rejane Carvalho, para fazer caridade não há distinção “O encontro é exatamente isso, que as pessoas espíritas e não espíritas unam laços independente de religião, com foco na caridade. Foi maravilhoso, tivemos várias atividades, recebemos irmãos parceiros de outras cidades. Desde 1º de abril, implantamos essa metodologia em Parintins com a ajuda dos nossos alunos, amigos de centros espíritas de Manaus”, relata. O Centro trabalha com assistencialismo a idosos e tem o Instituto da Criança, além de cursos sobre o espiritismo.
O nome do Centro é em homenagem a parintinense, Anna Prado, que possuía poderes medianos, considerada a maior médium do Brasil, saiu da cidade e foi morar no Pará onde continuou o trabalho. Ano que vem acontecerá o III encontro. “A expectativa é que não pare mais. O espiritismo adota um pensamento, uma visão da reencarnação, que nos explica muito a respeito das misérias, desigualdades sociais, tudo para termos uma explicação que vem da reencarnação. A doutrina vem de coração aberto tentar consolar os corações e o nosso desejo é que console o coração de outras pessoas”, frisa Carvalho.

Ossada humana encontrada nas matas do Uaicurapá



Uma ossada humana foi encontrada na manhã de sábado, 24, nas proximidades da comunidade Jacú, rio Uaicurapá e foi trazida a Parintins. A ossada está sob custódia do Estado, no Instituto Médico Legal (IML) de Parintins, anexo ao Hospital Jofre Cohen. A suspeita é que os restos mortais pode ser de Carlos Magno da Silva, 56, morador da rua Itacoatiara, bairro Palmares.
Segundo informações coletadas junto a Polícia, Carlos Magno estaria desaparecido há mais de dois anos, quando foi com a família em um passeio na região do Uaicurapá. No sábado um irmão de Magno estaria abrindo uma picada na mata e deparou com a ossada e suspeitou que os restos mortais sejam de Magno.
O Perito Legista Jorge de Paula Gonçalves, que examinou a ossada, disse que falta o queixo do esqueleto e a família suspeita que os restos mortais sejam de Magno, desaparecido há quase três anos. “Vamos coletar material de um familiar e com um pedaço do osso mandaremos ao laboratório para que seja feito o exame de DNA, que vai comprovar se a ossada é ou não do senhor Magno que está desaparecido”.
A reportagem procurou a família para falar sobre o assunto, mas uma irmã de Magno informou que não querem comentar sobre o fato. Ela disse que a mãe, está muito abalada com a situação e que a Polícia está cuidando do caso. A irmã do desaparecido confirmou que foi o irmão encontrou a ossada e trouxe até Parintins. 

Brincadeira quase acaba em tragédia



Sábado, 24, por volta de 14h30, Israel Amorim, 12, estava brincando de se enrolar na rede quando de repente o pescoço dele prendeu e ficou sem oxigênio. O menino foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros que realizou os primeiros procedimentos e depois o conduziu ao Hospital Jofre Cohen onde foi atendido pelo médico Oziel Souza. O acidente aconteceu na rua Paraíba, Francesa.
As veias jugulares e carótidas do pescoço ficaram comprimidas e parou a circulação de sangue no cérebro, de acordo com o amigo dos pais da criança, Terêncio Siqueira. Às 19h Israel foi transferido para Manaus de avião em estado crítico, na companhia da mãe Débora Santos, respirando com auxílio de aparelhos. Ele está internado na UTI do Hospital Joãozinho.
“Reagiu bem a transferência de aparelhos quando foi para a capital do estado. Geralmente a criança gosta de brincar em rede, penso que no embalo escapuliu e prendeu o pescoço, louvamos a Deus que está vivo”, ressalta Terêncio.
O irmão de 10 anos, disse que Israel estava na rede, enquanto assistia televisão. “Ele tava brincando na rede, de uma hora pra outra engatou o pescoço, não notei logo se não tinha chamado a mamãe, desconfiei porque tava muito silencioso, fui ver e estava roxo, babando, mexi não falou mais nada”, disse triste. Os dois tinham jogado sábado pela manhã na Copinha Alvorada. 

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Pac apresenta quantitativo de atendimento de janeiro a outubro



Cinquenta e dois mil e seiscentos, é o número de pessoas atendidas no Centro de Atendimento ao Cidadão de Parintins (Pac-Parintins) de janeiro a outubro deste ano. A afirmativa é de Áurea Figueiredo Vieira, gerente da instituição que funciona de 8h às 14h para atendimento normal ao público, e de 14h às 22h em cursos  profissionalizantes em várias áreas.
Áurea Figueiredo diz que, o objetivo das ações do Pac é a universalização do acesso à serviços sociais essenciais ao cidadão parintinense, a curto e médio prazo, e acima de tudo o compromisso permanente com o povo. “Outro objetivo é manter o foco na política de descentralização administrativa para conjuntamente com nossos parceiros globalizar o atendimento ao cidadão mais necessitado na região do baixo Amazonas”, declara.
A gerente relata que de janeiro a outubro deste ano o Pac alcançou desempenho esperado. “Mostramos isso através de números que até o presente momento alcançou 52.600 pessoas atendidas, com 62.200 trabalhos executados, além de 9.321 kits cidadão distribuídos. Por isso o reconhecimento dos cidadãos ao ter no Pac referência em atendimento e serviço público. Isso contribui de forma significativa para o crescimento e a expansão de nossa cidade no que diz respeito inclusão social”, afirma.
Áurea relata ainda que dentre os atendimentos, o Pac disponibiliza cursos gratuitos, fruto de uma parceria do governo do Estado, Cetam e Prefeitura de Parintins. “Esta história de sucesso só é possível graças ao trabalho e à visão de pessoas que perseguem novos horizontes, visualizados no empenho e comprometimento do chefe do executivo municipal. A gestão ética e o compromisso com o bem-estar dos povos que habitam nossa região”, reafirma.

       Gerente do Pac fala dos trabalhos e dificuldades encontradas

Áurea Figueiredo Vieira, gerente do Pac-Parintins revela as dificuldades e diz como são superadas. “As dificuldades existentes são muitas, entretanto são superadas pela dedicação da direção, mas principalmente pelo empenho dos parceiros e a excelência operacional das pessoas que atuam nos órgãos instalados no Pac. amplia nossos portfólios”
De acordo com a gerente, os atendimentos feitos são em áreas como finanças, saúde, administração, planejamento, gestão, educação, Justiça, meio ambiente, agricultura, desenvolvimento econômico e ação social, documentação, Junta de Serviço Militar e Setrab, Amazonas Energia, Sindipesca, Comissariado de Menores, Procon e Fotocopiadora, afirma Áurea.
Aurea afirma ainda que a integração é outro aspecto da visão estratégica mediador nas ações da gerência do Pac-Parintins. “Trata-se de um compromisso com o interesse público. Com a integração consideramos todas as formas de relacionamento entre pessoas, organizações, serviços e aplicações, tanto da área privada como pública, principalmente na esfera municipal, nos poderes Executivo, Legislativo. Através disso, conseguimos realizar com êxito todas as missões desta instituição, uma vez que não possuímos recursos humanos e financeiros próprios para custeio de despesas principalmente na realização das ações de campo”, esclarece.
Assim, 2012 trouxe para o Pac um número de demandas por serviços. “Alguns foram atendidos com apoio do poder executivo municipal principalmente nos Pac’s itinerante, outras estão em desenvolvimento. Estes desafios estimulam o esforço permanente da equipe em buscar a excelência e confirmam a vocação do Pac como gerador de contribuições para melhoria de vida das pessoas”, finaliza.

Pastorinha começa ensaio e mantem tradição


      Responsável da pastorinha ensina as brincantes o modo tradicional da brincadeira

“Comecei a brincar Pastorinha desde os 8 anos de idade com a dona Sila Marçal, estou com 82 anos e me sinto feliz em brincar como brincava antigamente. Já foram três vezes em casa me convidar para participar da associação, mas não quis, porque querem mudar a brincadeira. Eu gosto de ensinar as crianças e adultos, para a brincadeira que é do menino Deus, que é animação do natal”.
Foi assim que a senhora Marieta Martins de Souza, 82, dona da pastorinha As Natalinas, que iniciou os ensaios para este ano, na sede da Associação dos Moradores do Itaúna II (Ambi II), relata a emoção em manter e poder ensinar a tradicional brincadeira da pastorinha. Ela afirma, “o ano que não ponho Pastorinha fico inquieta e vou para onde tem uma, assim posso transmitir experiência para outras pessoas”.
Dona Marieta revela que a pastorinha As Natalinas não é uma promessa.  “Gosto mesmo é da brincadeira, da animação. Para mim é uma alegria festejar o menino Deus, o natal, o dia de Reis, e fazer a queimação do presépio, tudo como antigamente. Outras pastorinhas são modernas, a nossa não, cordões, brincantes e cantos, são do mesmo jeito que antes”, ressalta.

Emoção

A senhora Maria Nilza da Silva Monteiro, 74, ao interpretar a contra mestra não conteve a emoção. “Estou chorando porque minha vontade sempre foi brincar e cantar pastorinha, só que nunca tive oportunidade quando era mais nova, esse é 3º ano que brinco e toda vez me emociono”.
Para Lázaro lobato presidente da Ambi II, a pastorinha é voltada ao social.  “Integra crianças, jovens e adultos da comunidade com outros bairros, em especial a pastorinha da dona Marieta Martins que mantém a tradição, importante para nossa cultura. Além do espaço, vamos buscar parcerias para a compra das roupas que não são caras, mas pelo fato de serem pessoas humildes, fica um pouco difícil. Por isso vamos fazer o possível para ajudar”, garante.

Polícia continua combate a criminalidade


Mesmo com o quadro reduzido e pouca estrutura para trabalhar, a Polícia Militar de Parintins continua os trabalhos de combate a criminalidade, e, nas primeiras horas de segunda-feira, 18, tirou de circulação mais uma quadrilha. O bando vinha aterrorizando a cidade com assaltos a mão armada. Um dos componentes era foragido da Capital do Estado devido o Programa Ronda nos Bairros.
Segundo o comandante da operação Sargento Mailson Fonseca, os suspeitos cometeram pelo menos doze assaltos na cidade. “Por volta de 1h, três jovens comunicaram que haviam sido vítimas de assalto a mão armada próximo ao muro de arrimo, Centro. Destacamos ao local uma guarnição após denúncia pelo Linha Direta (9270-7803) que três indivíduos, armados de pistolas estavam nas proximidades da escola Lila Maia, conseguimos prender Eliaquim Correa da Silva, 23”.
Preso, Eliaquin confessou ter participado do assalto e entregou os comparsas Marcos Antonio Viana Mascarenhas, 19, e Kerle Sebastian, vulgo Pico, 18, presos em flagrante. “O Pico foi preso na casa dele, onde encontramos armas usadas nos assaltos. O Marcos Antonio, é suspeito de ser o dono das pistolas, chegou recentemente de Manaus, onde foi preso por tráfico de drogas, com certeza veio fugindo do Ronda nos Bairros que a cada dia fecha o cerco aos pilantras”, afirma Mailson.

Combate

O Sargento afirma que, mesmo com pouco efetivo e estrutura, vão continuar no combate ao mal. “Não adianta os vagabundos virem de Manaus botar marra aqui porque vão ser presos. Já dissemos antes, deixam de pilantragem, ou acham o caminho de volta, pois se desafiarem a Polícia não vão se dar bem”.
Na Delegacia foi descoberto que se tratava de réplicas perfeitas de pistolas (armas de brinquedo), mas as testemunhas que reconheceram o bando afirmam que a quadrilha agia com violência desferindo coronhadas, espancando e ofendendo as vítimas com palavras de baixo calão. “Eles roubaram de uma vítima 2 celulares 1 notebook, e estão na Cadeia Pública”, finaliza o Sargento.

Doenças virais levam dezenas de pessoas aos hospitais



Segundo profissionais de saúde, a mudança de temperatura e as constantes queimadas acontecem diariamente na região, levam dezenas de crianças e idosos aos hospitais, centros de saúde e postos médicos do município. Os principais sintomas diagnosticados nos pacientes são febre, dor de cabeça, vômito, diarreia, falta de ar e tosse.
Para o médico Oziel Souza, esses problemas de saúde são mais frequentes quando ocorre mudança de temperatura. “Na verdade esse é o período que está acontecendo a mudança do clima. É o período que acontece a mudança do calor para o frio, estamos nos aproximando do período das chuvas, a época da baixa temperatura em nossa região. A principal doença que isso vem ocasionar são as doenças das vias aéreas, e asmas nas crianças que têm problemas”, esclarece
Oziel diz que além da mudança da temperatura, estão acontecendo as queimadas na região, e as fumaças provenientes atacam principalmente as crianças com problema de asma. “Tudo acarreta em número excessivo de atendimentos, mesmo com os postos de saúde funcionando plenamente, ainda assim, há uma sobrecarga de atendimentos no pronto socorro, pelo menos, no horário diurno”, frisa.

Criada Associação Esportiva Flamengo em Parintins


Com a finalidade de organizar uma entidade que possa beneficiar as pessoas menos favorecidas através de ações sociais nos bairros de Parintins, um grupo de amigos fundou no dia 15 deste mês a Associação Esportiva Clube de Regata Flamengo de Parintins (AERFP). A intenção é buscar parceria junto a empresários e ao Clube Carioca para que as ações sejam intensificadas no município.
José Carlos Nogueira da Silva, presidente da entidade revela. “A ideia veio a partir da paixão pelo Clube Carioca. O torcedor Rubro Negro é paixão, amor e coração pelo Flamengo, e pensamos em transformar isso em benefício à sociedade, assim após várias reuniões, juntamos um grupo de amigos apaixonados pelo Rubro Negro e fundamos a Associação dos torcedores e simpatizantes do Flamengo em Parintins”.
Lázaro Lobato, vice-presidente afirma. “A partir da fundação da Associação funda-se também uma Escolinha de Futebol da Associação do Flamengo em Parintins que vai funcionar no Campo do Gordo no Itaúna II,  que vai atender crianças dos Itaúna I e II. Com o aumento do número de sócios vamos abrir outros núcleos, no Campo do São Paulo que vai atender crianças do bairro União e Paulo Corrêa, e no Campo do São José para crianças daquele bairro, Emílio Moreira, São Francisco, Sham, Macurany, São Benedito e outros”, reforça.
Para que tudo aconteça em benefício das crianças, além da ajuda dos sócios vão buscar parcerias em Parintins, na Capital e junto ao Flamengo no Rio de Janeiro. “Através das disciplinas impostas pelo esporte, vamos fazer com que as crianças de nosso município possam ficar longe do mundo das drogas, violência e prostituição que infelizmente existe em nossa cidade”, finaliza Lázaro.

I Feira de Anatomia e Saúde


      Estudantes do curso de enfermagem do Senac repassaram conhecimentos a comunidade

A I Feira de Anatomia Funcional e Saúde aconteceu na Praça “Digital” Cristo Redentor, terça-feira, 20, de 16 às 21h. O objetivo foi compartilhar conhecimento adquiridos por estudantes no módulo de anatomia e fisiologia da turma do curso técnico de enfermagem, do Serviço Nacional de Aprendizagem e Comércio (Senac), unidade Parintins.
A professora do curso, Juliana Castro, relata que a Feira trouxe informações agregando conhecimento, quanto a medidas preventivas de saúde. “Nosso público alvo foi instituições estudantis, um evento pioneiro onde os estudantes se empenharam ao máximo para realizar o trabalho à população parintinense, com certeza outras turmas irão trabalhar esse projeto futuramente”, destacou. Na Feira os stands foram divididos por sistemas corpóreos, ainda houve realização de procedimentos de saúde, como medição de pressão arterial e teste rápido de HIV.
De acordo com a supervisora pedagoga da instituição, Jocemilda Viana, a Feira consolidou a concepção do Senac quanto ao processo de ensino e aprendizagem, junto a comunidade. “É pioneira no Amazonas, e certamente será uma referência para outras unidades”, revela. A estudante Alíria Abecassis ressalta. “Estivemos seis meses estudando e nos preparando para passar o que aprendemos em sala de aula através dessa feira, uma oportunidade para as pessoas conhecerem o próprio corpo. O Senac acredita que o conhecimento só existe quando é compartilhado”.
No Amazonas Parintins é a única cidade com unidade do  Senac que oferece  técnico em enfermagem. Segundo a diretora, Doriciana Caldas, 80% dos estudantes formados na instituição estão empregados. “Para mim é gratificante ver um de nossos estudantes trabalhando, mostram que aprenderam de verdade”, frisa

Grupo de resgate Anjos da vida completa três anos de fundação



O grupo voluntário de resgate Anjos da Vida completou terça feira, 20, três anos de atuação em Parintins. Dezoito jovens integram a equipe que atua em plantões sextas, sábados e domingos no Hospital Padre Colombo. O grupo é dividido em três equipes de seis socorristas. O trabalho realizado é de primeiros socorros até a vítima chegar ao hospital.
“É gratificante atuar em resgate, ver as vítimas que socorremos curadas, saber que estamos ajudando a salvar vidas”, relata o voluntário Rudson Cohen. Ele frisa que toda a equipe é qualificada, como Técnicos em Enfermagem, Bombeiros Civis e Socorristas. O grupo tira plantões no HPC, a cada três meses renovam o requerimento com a direção.
Tudo começou com o Curso de Atendimento Pré-hospitalar (APH) realizado em 2009 no município, ministrado pelo professor Alexandro Mendes. No curso de APH houve duas turmas, e ao final estágio no Hospital Padre Colombo (HPC). Após a conclusão do curso formou-se o grupo de Resgate Anjos da Ilha, liderado pelo professor, após idas e vindas o grupo se desfez.
De acordo com uma das fundadoras, Cristiane Ferreira, com a vontade de ajudar o próximo, um novo grupo de amigos reuniu e criou o “Anjos da Vida" (nome baseado na história do filme americano Anjos da Vida), que nos fins de semana deixam filhos, esposas e família. A partir daí os integrantes entraram com requerimento junto a direção do Hospital Pe. Colombo para realizar plantões voluntários na instituição.

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Caps realiza IV Semana de Arteterapia


     Exposição de trabalhos feitos por pacientes do centro aconteceu na Praça dos Bois

Nos dias 16 e 17 de novembro, o Centro de Atenção Psicossocial “Adolfo Lourido” (Caps II), realizou a IV Semana de Arteterapia, na Praça dos Bois. Pacientes apresentaram a população trabalhos desenvolvidos nas oficinas de mosaico, marchetaria, cerâmica e pintura em tela.
As oficinas realizadas oportunizam ao paciente, o principal objetivo do Caps II que é reintegra-los a sociedade e resgatar valores. Dessa forma, é desenvolvido, capacidade, compreensão, observação, percepção, espírito crítico, imaginação criadora, capacidade de execução artística, possibilitando ao ele uma nova linguagem e pratica da arte.
O gestor do Centro André Acauan, relata que através das oficinas terapêuticas o paciente se sente reconhecido pelo trabalho que faz. “Trouxemos o trabalho para a Praça afim de que a população reconheça nossos pacientes e não os chamem de doidos. São pessoas que têm dificuldades, mas também capacidade, amor a transmitir e, nada melhor que a arte para repassar esses valores, mostrar que um paciente de transtorno mental pode normalmente fazer parte de uma sociedade, com direitos e deveres”.

Realização

O professor de artes do Caps II, Roberto Azevedo, frisa que os pacientes expressam a arte, como enxergam o mundo. “É gratificante ver essas pessoas desenvolver o talento. Não há recompensa maior ao vê-las se sentirem bem pelos trabalhos que fazem. Como profissional, nos sentimos realizados. Parintins é celeiro de artistas, eles também são, fazem artesanato, pintura em tela, esculpem, e se estão felizes nós também ficamos, porque loucos são aqueles que não conseguem ser feliz”.
Francisco Vasconcelos é um dos participantes das oficinas de Arteterapia. “A gente pinta, desenha, é uma terapia, gosto demais, me sinto melhor, me sinto num colégio, é maravilhoso, somos uma família, não tem preço”, declara.

Homem comete suicídio



O funcionário público Marcus Vinicius de Almeida Garcia, 28, foi encontrado morto no final da tarde que quinta-feira, 15, em um dos quartos da casa em que residia na Estrada do Macurany, bairro Djard Vieira. Marcus cometeu suicídio por enforcamento e foi encontrado por um cunhado dele. Os familiares ainda tentaram reanimá-lo fazendo respiração boca-boca e o levaram ao hospital, onde outros procedimentos foram feitos, mas Vinicius já estava morto.
Segundo o auxiliar de necropsias Afrânio de Jesus Lima, Marcus Vinicius deu entrada no Hospital Padre Colombo as 17h25.  “Ele já apresentava sinais e características de cadáver. A equipe do doutor Jaime Cezar Maixiner Antes e Gregório de Matos fizeram todos os procedimentos para ressuscitação. Utilizaram o desfibrilador cardíaco por três vezes em Marcus que também foi entubado além de acesso venoso, mas infelizmente não logramos êxito”.

Pastor evangélico acusado de estupro de vulnerável é preso



O Pastor evangélico Valdivino Oliveira, 58, acusado de estupro de vulnerável contra duas meninas, uma de 10, outra de 8 anos, recebeu alta médica dia 17, e foi apresentado no mesmo dia à 3ª Delegacia Interativa de Polícia (Dip) após um mês de internação no Hospital Jofre Cohen. Valdivino estava hospitalizado após atentar contra a própria vida.
A tentativa de suicídio aconteceu dia 18 de outubro, quando recebeu mandato de prisão expedido pela juíza Melissa Sanches, titular da 2ª Vara Criminal de Parintins. Na ocasião uma equipe da Polícia Civil se dirigiu até a rua 06, bairro Paulo Correa, onde o mesmo se encontrava na residência de outro pastor. Valdivino ao ver os policiais cravou no abdome um espeto de assar churrasco, pois segundo ele, preferia a morte ao ser acusado por um crime que não cometeu. Os policiais o conduziram na viatura até a unidade médica.
Na hora do ocorrido um dos civis teria aconselhado o pastor dizendo. “O senhor é pastor, e se acredita em Deus não pode tirar a própria vida. Se o senhor tem Fé, sabe que é no momento de aperreio que não se pode esquecer dele”. A delegada Ana Denise que comandou as investigações, foi quem solicitou a prisão preventiva do acusado no mês de outubro. O pastor foi transferido para o presídio público para aguardar julgamento.
.  

Escola Senador Joao Bosco realiza Gincana do Conhecimento


      Por meio da gincana, estudantes conheceram a diversidade da cultura nordestina

A Escola Estadual Senador João Bosco realizou na última sexta-feira, 16, com estudantes do ensino médio a 3ª Gincana do Conhecimento, com o tema Contribuição da Cultura Nordestina na formação da Cultura Amazonense. A disputa aconteceu entre estudantes do turno matutino e vespertino. Os vencedores receberam troféu e a atividade valeu como nota para o 4º bimestre.
“Foi um grande laboratório de pesquisa. Os estudantes estavam eufóricos, entusiasmados e tensos para a apresentação das tarefas. Conheceram a própria história da família ao longo desses dias pesquisando a cultura nordestina. Buscamos aprendizado fora da escola, uma educação plena”, declarou o professor Jocifran Martins. A organização da gincana estipulou dez tarefas aos participantes, como concurso de painéis, literatura de cordel, culinária, coreografia, cujos critérios avaliados foram explicação oral, organização, coerência e apresentação.
Para Larissa Pimentel, 16, estudante do 2º ano, foi proveitoso porque descobriu a cultura diversificada do país. “Nossa preparação para a gincana começou em outubro. Com esse trabalho aprendemos muito sobre nossa cultura que também é de origem nordestina, como o boi-bumbá, uma boa explicação que era o bumba meu boi, e culinária semelhante a nossa”, ressalta.

II Copa Mário Azevedo


Na noite de sexta-feira, 16, foi realizada as finais da II Copa Mário Azevedo de futebol da Escolinha Show de Bola. A competição aconteceu no campinho próximo ao Ginásio Elias Assayag. Participaram 32 equipes em cinco categorias, sub 06, 08, 10, 12 e sub 15, das quais, 28 da escolinha, mais 4 equipes convidadas (Caçulinha, Chora Nenê, Atlético Saracura e Paulo Correa).
“Mário Azevedo, meu avó, foi um grande desportista em Parintins, nada mais justo que homenageá-lo por tudo que fez pelo futebol parintinense”, declara o coordenador da Escolinha, e ex-jogador Beto Pupunha.
Com os jogos da decisão o campo ficou lotado, os pais compareceram, a Copinha envolveu as famílias. “Só tenho a agradecer as pessoas que confiam no nosso trabalho, é um incentivo aos jovens a praticar o esporte, para tirar do caminho das drogas, do mal. A garotada da escolinha estão se envolvendo com o esporte que é muito prazeroso, para realizarmos o sonho de cada um deles serem jogadores de futebol”, ressaltou.
Uma das exigências campeonato é que só os atletas com boas notas na escola podem participar. “Os estudantes que estão com notas baixas, treinam fora até que melhorem o desempenho escolar. Só participa quem é dedicado tanto ao esporte quanto ao estudo”, diz o coordenador. No total foram distribuídas 250 medalhas aos atletas participantes das cinco categorias, e 32 troféus para os destaques da competição.

Campeonato de Supino e Agachamento Livre



O IV Campeonato Parintinense de Supino e o II de Agachamento livre para homens e mulheres ocorreram na noite de sábado, 17, no Ginásio Elias Assayag. Atletas de Parintins, Juruti – PA, e Nhamundá, participaram da competição. O evento foi organizado pela Academia Fitness. Três categorias estavam em disputa no Supino (60 a 70 kg, 70 a 80 kg, e 80 a 100 kg).
Destacaram-se aqueles que souberam usar melhor a força e equilíbrio. Na categoria de 60 a 70 quilos quem levou a melhor foi o parintinense Raimundo Junior que levantou 144 quilos. “Estou muito feliz pela conquista, foi bem acirrado, meus adversários são bons, após três meses de forte treinamento conseguir levar o primeiro lugar para casa”.
A coordenadora Lirian Estefane, declara que o evento superou as expectativas, principalmente em termos de organização e público. “As pessoas compareceram em massa no Ginásio para prestigiar os atletas que treinam o ano inteiro, mas quando chega uns três meses antes da competição intensificam os treinos. Muitas pessoas em Parintins malham, se esforçam, cuidam da saúde, porque em vez do rapaz ou a moça está fazendo coisa errada, estão malhando, praticando um esporte saudável, como o supino e agachamento”, declarou.
Estefane ressalta que a próxima edição poderá ter atletas de outros estados, além do Pará, e agradece os patrocinadores pelo apoio e confiança. A premiação foi de 4 mil reais. O evento contou também com o apoio do grupo voluntário de resgate Anjos da Vida.  

Jacaré chama a atenção de curiosos



Um Jacaré de aproximadamente 4 metros de comprimento é visto constantemente na margem do rio Amazonas ao lado do flutuante da fábrica de gelo Idemar, próximo ao restaurante Coroas na orla da cidade. Moradores do local afirmam que há pelo menos três anos o réptil vive naquela área, onde é constante a presença de jovens tomando banho.
Segundo a senhora Ida Andrade, o Jacaré está acostumado com o barulho dos meninos que tomam banho e, nunca atacou ninguém.  “Inclusive sexta-feira, dois curumins estavam tomando banho nesse local e logo que subiram ele ficou boiado aí na beira” conta dona Ida.
Ela diz que o Jacaré se tornou mascote, e tem de 3 a 4 metros de comprimento. “Já quiseram matar ele, mas não deixamos. Ele não ataca ninguém, acho que é mansinho, pois o tempo todo tem gente aí no porto e jamais tentou algo contra alguém. Antes ele aparecia às vezes, saía d’água, boiava e ia para debaixo do flutuante, a noite ficava em terra. Esta última semana aparece durante o dia e a noite”.
Para dona Ida as constantes aparições do jacaré se dá pelo fato de ele ter desovado e está vigiando os ovos ou os filhos. “Porque sempre acontece isso com os jacarés, quando desovam ficam pastorando as crias. O certo é que esse mora aí, e muita gente vem aqui ver ele. Na época da cheia mora dentro desse bueiro do muro de arrimo”, finaliza.

Delegado e Sargento garantem combate a fugitivos da polícia que se instalam em Parintins



O delegado Ivo Cunha titular da 3ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) e, o Sargento Mailson Fonseca da Polícia Militar, informam aos meliantes que estão fugindo de Manaus para a Ilha que mesmo com o quadro de policiais Civil e Militar reduzido vão atuar no combate aos delinquentes. Os dois avisam aos fugitivos do Ronda no Bairro que procurem outro local, pois em Parintins, vão servir para aumentar a estatística de presos e lotar ainda mais o Presídio Público.
Segundo Ivo Cunha, em cada flagrante realizado pela 3ª DIP, é notado um fenômeno cidade. “Os bandidos que eram daqui e foram para Capital do Estado, estão voltando e muitos trazem outros criminosos. Com a implantação do Programa Ronda no Bairro o cerco aos criminosos está se fechando”.
O delegado manda um recado aos meliantes e, avisa que aqui não é Manaus, onde aprontam em um bairro e se escondem em outro. “Isso acontece porque a Capital é muito grande. Parintins é uma Ilha e mesmo sem estrutura e com pouco efetivo, os pilantras não escapam, pois temos policiais atuantes. Por isso é melhor que deixem de pilantragem ou procurem um lugar longe de Parintins, pois aqui, não se criam e só vão aumentar a estatística de presos e lotar ainda mais o Presídio Público”.
Após a rebelião que aconteceu na delegacia as policias Civil e Militar desarticulou vários bandos que atuavam na cidade.  “Já mandamos mais 20 presos para a penitenciária em menos de 15 dias por vários crimes. Os policiais vão continuar os trabalhos. Os meliantes que aprontarem serão presos podem ter certeza”, afirma o delegado.
Para Mailson Fonseca, sargento da Polícia Militar, os dados do comando da corporação na Capital do Estado são de que em alguns bairros o nível da violência diminuiu em até 80%. “Infelizmente em cidades como Itacoatiara, Manacapuru, Maués e Parintins, notamos que o nível de criminalidade aumentou consideravelmente nos últimos dois meses. Isso é o reflexo que, com a atuação do Ronda dos Bairros em Manaus os infratores estão migrando para o interior”, garante.
Para o Sargento o projeto deu certo na Capital, mas, para que a criminalidade diminua em todo Estado, tem que ser instalado o mais rápido possível nas cidades do interior. “A Capital está um paraíso e no interior a situação de violência está terrível, algo tem que ser feito. Mas enquanto o Projeto não chega, vamos continuar no combate, e todos os meliantes que vierem a Parintins com a intenção de cometer crimes, podem ter certeza que vão ser presos”, reforça o Sargento.
De acordo com ele, em 2000, a população de Parintins era quase a metade da de hoje e atuavam 180 homens na polícia local, em torno de 90 homens por dia para atuar. “Hoje a população é de aproximadamente 105 mil habitantes. Nosso efetivo e de uma faixa de cem homens, quase que a metade de 12 anos. Mesmo com o quadro reduzido nos últimos dois meses a quantidade de criminosos que apreendemos vindos de Manaus e outras cidades aumentou. Continuaremos no combate ao crime nas ruas com 2 viaturas, 4 homens em cada atuando manhã, tarde e noite. Mesmo em turnos exaustivos, não daremos tréguas aos criminosos e vamos prender quantos apareçam na Ilha”, finaliza.

Operadora Vivo é campeã de denúncias junto ao Procon Parintins



 Maior número de denúncia e relacionado a cobranças indevidas feitas pela operadora

Daniel Adelino, representante do Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor (Procon) em Parintins, que funciona em uma das salas do Posto de Atendimento ao Cidadão (Pac), revela que noventa e nove por cento das denúncias chegadas ao órgão nos últimos dias, são contra a Operadora Vivo. A maior quantidade é de cobranças indevidas.
Segundo Daniel, consumidores de Parintins, Nhamundá, Barreirinha, Boa Vista do Ramos e Juruti no estado do Pará, ao se sentirem lesados recorreram ao órgão para resolver os problemas. “Nos primeiros dias deste mês em torno de 130 pessoas vieram ao escritório para fazer denúncias contra empresas e, 99% foram contra a Operadora Vivo”.
Adelino relata que a principal denúncia é feita por cobrança indevida, mudanças de planos e cobrança de seguro solicitado. “O vivo ilimitado 45, que a mensalidade custa R$39,00 é um exemplo. Eles oferecem como se fosse um plano controle, e não é. É um plano de linha pós-pago, e a informação não é passada ao consumidor que fala ilimitado porque é uma linha normal, mas paga o valor e mais o excesso utilizado”.
De acordo com o representante, houve cobrança indevida de R$ 1.700,00 (mil e setecentos reais), além dos 39 reais do plano. “Ainda bem que a Vivo não é só campeã em reclamações, é também a empresa que mais resolve problemas de consumidores, que de acordo com o Artigo 6 inciso VI do Código de Defesa do Consumidor, exige o esclarecimento da proposta e venda ao cliente”. 

Daniel reforça que se o consumidor se sentir lesado pode exigir o cancelamento imediato de parte da dívida, dependendo do contrato. “No caso do plano vivo ilimitado 45, à dívida pode ser mais de R$2.000,00, mas o cliente só vai pagar os R$39,00 que concordou. Se alguém está com esse problema pode procurar o Procon no Pac Parintins de 8h as 14h para que possamos tentar resolver”, finaliza Daniel.






Daniel Adelino, representante do Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor (Procon) em Parintins

Fluxo de passageiros pode aumentar em 150% em dezembro



O número de passageiros nos embarques e desembarques no porto de Parintins na primeira quinzena de novembro aumentou de acordo com a administração portuária. A expectativa é que para o próximo mês, quando começa as férias escolares, e acontecem festas natalinas, aumente até 150%. O destino principal é Manaus.
Em épocas normais, em dias mais movimentados como fim de semana e segunda-feira, o porto chega a registrar 600 passageiros circulando na área de embarque e desembarque, no final do ano nesses mesmos dias de pico a previsão é de 1500. Algumas embarcações já entregaram a relação de viagens extras que farão a administração portuária.
“Observamos aumento de passageiros nesse período, até mesmo de carga. O porto conta com uma equipe de servidores aptos a recebê-los, e orientá-los. Conversamos com alguns proprietários de embarcações que nos entregaram as relações com datas previstas para viagens extras. Qualquer passageiro que queira obter mais informações pode se dirigir ao porto para se programar caso tenha a pretensão de viajar, estamos de portas abertas”, relata a  supervisora do porto, Gildete Prado.
Ela ressalta que o porto conta com um efetivo maior de funcionários, e trabalha em parceria com o Comissariado de Menores, e acrescenta. “Pedimos as pessoas quando forem viajar com menor, procure antecipadamente fazer a retirada da autorização, para ao chegar ao porto não tenha que fazer aquela parada que acaba atrasando a chegada até a embarcação”. 

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Boi Caprichoso Centenário de Uma Paixão é o tema 2013


Para comemorar 100 anos de história, a Associação Folclórica Boi Bumbá Caprichoso apresentou na manhã desta segunda feira, 19, o tema para o Festival Folclórico 2013, Boi Caprichoso Centenário de uma Paixão. O lançamento foi feito pela presidente Marcia Baranda, a vice Socorrinha Carvalho e Edvan Oliveira do Conselho de Artes do Bumbá em uma coletiva à imprensa realizado no escritório da Agremiação.
Marcia Baranda, fez questão de ressaltar que o bumbá vai manter o mesmo quadro de artistas para o ano do centenário, e revelou. “Iremos trabalhar esse tema de forma responsável, com o que nos move, que é inexplicável, o amor, paixão pelo Caprichoso, mostrando a história, a herança e legado que os irmão Roque Cid deixaram pra gente”.
A presidente destaca que o projeto do centenário também inclui o social do bumbá, como o novo prédio da Escolinha, e o Clube de Campo. Ela acrescentou que as inscrições das toadas para 2013, segue até 30 de novembro.
“Boi Capricho Centenário de uma Paixão é justamente o tema que vai delinear a condução de todo esse projeto, vamos mostrar o Caprichoso nesses 100 anos através do sentimento da paixão e o amor do torcedor. Apresentaremos um espetáculo grandioso com objetivo primordial de trazer para a nação azul e branca mais um título”, declarou Edvan Oliveira, diretor de arena. Edvan frisa que a estrutura lógica do projeto está concluída. “Certamente o Caprichoso trará surpresas e inovações, um espetáculo ousado peculiar do bumbá”

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Concurso de lixeira ecológica



O concurso de lixeira ecológica aconteceu na Praça dos Bois, sábado, 10.  Participaram escolas estaduais, escolinhas de artes, bombeiros e pelotão mirim, com apoio dos cursos de química e biologia do Centro de Estudos Superiores de Parintins (Cesp). O concurso esteve inserido na programação da Semana de Conciliação e Sustentabilidade para conscientizar a sociedade parintinense a importância da reciclagem e separação dos resíduos sólidos.
As lixeiras recicláveis são feita de materiais reaproveitados como garrafa pet, papelão, jornal, latinhas, pneus, e balde de tintas, tirando o acumulo da natureza. A estudante do 3º ano do Brandão de Amorim, Kemilly Gabrielle, relata que o projeto mostra a população e a sociedade como reutilizar os materiais. “Brasil é o 44º país que mais polui no mundo. Nosso objetivo é contribuir para diminuir esse índice para o bem estar de todos”.
Camila de Araújo, do 1º ano da Escola João Bosco, declara que foram utilizadas 96 garrafas pet em cada lixeira ecológica produzida pelos colegas. “Toda vez que o educandário realiza algum evento guarda as garrafas para serem recicladas. É preciso conservar o meio porque somos as gerações futuras”.

Ascalpin

A Associação dos Catadores de Lixo de Parintins (Ascalpin), inserida no projeto Justiça Sustentável e Cidadania esteve presente no evento. “O objetivo é levar aos bairros essa informação e conscientizar a sociedade quanto a coleta seletiva. No Concurso de Lixeira Recicláveis vejo os estudantes como multiplicadores dessas informações, vão mudar a visão que tinham, conscientizando a família, amigos e vizinhos”, relata o juiz Aldrin Henrique.
De acordo com a presidente da Ascalpin, Marcivone Casemiro, as lixeiras ecológicas vão estar disponíveis nas praças, e doadas a alguns órgãos. “Temos que ter na cidade essas lixeiras, é uma forma de divulgar nosso trabalho, e mostrar que tem uma Associação que trabalha com coleta seletiva”, explica.

Resultado do RST II será lançado em breve no mercado brasileiro


        Presidente da Amopin diz que o produto é resultado de trabalho, parcerias e tecnologia

Uma parceria da Associação dos Moveleiros de Parintins (Amopin) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), desenvolve o projeto Rede de Serviços Tecnológicos II (RST-II), lançado em breve no mercado brasileiro.
Segundo Edgar Lima da Silva (o Gavião), presidente da Amopin, o produto é uma mesa de centro e um hacker, que receberá o nome “Ilha Tupinambarana”. O produto foi criado pela Fundação Centro de Análise e Pesquisa (Fucap), contratada para elaborar e desenvolvê-lo já em fase de conclusão.
O presidente da Amopin revela que o designer Alex Ribeiro Muinz da Fucap, criador do produto, esteve em Parintins de 5 a 9 deste mês e apresentou o protótipo das peças. “Esse trabalho faz parte do nosso plano de gestão que busca tecnologias, convênios e parcerias para que possamos entrar no mercado brasileiro de móveis com um produto de qualidade e de fácil montagem”.
Gavião revela que será um avanço não só para os moveleiros, mas para a economia do município que coloca um produto no mercado com manual de instrução e fácil montagem. “No máximo em cinco meses estaremos produzido em larga escala. Quem vai ganhar vai ser o polo moveleiro de Parintins, em especial os associados da Amopin”.
O Sebrae vai colocar o “Ilha Tupinambarana” a venda em várias lojas do País. “Com isso provamos que somos capazes de inseri-lo também em qualquer loja do mundo, pois é um produto bonito, feito com aproveitamento de madeira e aglomerado. Isso prova nossa responsabilidade, já que trabalhamos a sustentabilidade e geramos emprego e renda no setor primário, o que mais gera renda em Parintins e não é reconhecido”, finaliza Gavião.

Bi e Alexandre de mãos dadas para transição do novo governo


     No encontro foi tradado sobre transição de governo, réveillon e obras em andamento   

O prefeito eleito de Parintins, Carlos Alexandre da Silva (o Alexandre da Carbrás) - PSD, o vive Carmona Oliveira (PMDB), e o atual Frank Luis da Cunha Garcia (o Bi Garcia) – PSDB, estiveram reunidos sexta-feira, 9, no gabinete do vice Messias Cursino. Entre cumprimentos eles deram as mãos para tratar sobre a transição do novo governo do município e festa de Réveillon deste fim de ano.
De acordo com Bi Garcia, a reunião se deu atendendo a um ofício de Alexandre da Carbrás para tratar duas pautas. “Da transição do novo governo e da festa de Réveillon. O processo de transição começa dia 25 de novembro. Serão montadas duas equipes, uma por parte do município e outra pelo prefeito eleito. A equipe de Alexandre vai tomar conhecimento de todo o sistema administrativo do município”, revelou.
O atual prefeito revela que a equipa de governo fará um relatório para apresentar a comissão do novo governo. “Assim eles passam a conhecer o funcionamento da máquina pública. Na reunião falamos também dos convênios, obras e investimentos em andamento. Vários ficarão para o próximo governo, por causa do pouco tempo para execução, mas muitas serão concluídas”, garante Bi.
Garcia diz que recebeu Alexandre com tranquilidade e respeito. “Posso dizer que fico feliz pelo posicionamento dele em dar continuidade a todos os investimentos que estão acontecendo na cidade. O vejo com espírito público e pensando de administrar bem a o município. Espero que ele faça, se possível até melhor que fizemos. Vejo nele um comportamento claro de querer fazer o melhor por Parintins e estou torcendo e desejo sucesso a ele”, ressaltou.


Alexandre da Carbrás revela que durante o encontro com Bi Garcia aconteceu uma conversa saudável onde todos visaram o bem estar do município. “Disse ao Bi Garcia o que sempre falamos depois da eleição, que não perderemos um minuto de nosso tempo com sentimento negativo, revanchismo e perseguição. Queremos realmente ter a oportunidade de fazer um trabalho bonito e voltado à população e dar seguimento as obras que iniciaram”, assegura.
Carbrás diz que a partir do entendimento, no próximo dia 26, inicia a transição. “Iniciaremos com uma equipe de seis pessoas de nossa parte e a equipe que o prefeito Bi vai disponibilizar. Com certeza será tranquila, pois temos que ter responsabilidade com o dinheiro público já que não se trata de patrimônios de prefeito A, B ou C, e sim de patrimônio do povo, por isso, temos que ter responsabilidade e concluir as obras”, enfatiza.
Para ele, a partir de um entendimento com Bi Garcia, se dará andamento da festa de réveillon deste fim de ano. “Talvez não consigamos fazer a nível do que pretendemos por causa do tempo que está as vésperas, juntamente com isso, temos o evento da posse que estamos trabalhando, mas faremos o possível para que a festa seja boa”, disse Alexandre.
O prefeito eleito garante que vai respeitar cada bandeira, mas acima de tudo atender em primeiro lugar o anseio e o desejo do parintinense. “Estamos buscando entendimento e apoio para que possamos dar uma resposta a altura dos anseios e da confiança que Parintins depositou na gente. Tenho certeza que a transição será tranquila e tenho fé em Deus que faremos uma grande administração”, finaliza.

Guarnição da PM prende irmãos



Uma guarnição da Polícia Militar prendeu no início da tarde de sábado, 10, os irmãos Ademilton dos Santos Souza, 25, (o Pipoca) e Milton dos Santos Souza, 31, (o Cabeça). Eles foram presos na rua 4, bairro Itaúna II, e conduzidos a 3ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) onde foram flagranteados por roubo.
Segundo o Cabo PM Souza Lima, comandante da operação, a denúncia aconteceu por volta de 12h, pelo Linha Direta da PM 9270-7803, que os meliantes estariam praticando roubo na área do bairro Pascoal Alágio ou Distrito Industrial. “Nos deslocamos para lá, mas já haviam fugido da área. Tínhamos as característica dos mesmos e continuamos as buscas”.
   Souza Lima revela que no momento da prisão, os irmãos estavam em uma loja de materiais de construção no Itaúna, tentando vender o produto do roubo. “No momento do flagrante um deles tentou fugir, mas foi capturado. Apreendemos um triciclo com 10 sacos de cimento, 1 rolo de conduíte, mangueira, garrafa térmica e outros materiais. Esse material deve ter sido roubado de alguma casa de construção. A Polícia Civil deve identificar o dono e devolver o material”.
Pipoca já vinha sendo procurado há pelo menos dois meses por roubo de cadeiras de uma movelaria da área do Distrito. “Na época conseguiu fugir e abandonou um triciclo cheio de cadeiras. Agora ele e o irmão ficam presos e o triciclo apreendido vai ser acorrentado ao lado do outro que já está aqui da DIP”, revela o investigador Marcos Aurélio. 

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Inaugurado Templo Central da Assembleia de Deus em Parintins


        Líder da igreja na cidade agradece a todos que ajudaram na construção do templo

Sábado e domingo aconteceu a festa de inauguração do Templo Central da Assembleia de Deus em Parintins, situado na Avenida Amazonas – Centro, o maior do interior do Amazonas, com 18m de largura e 75m de comprimento e capacidade para aproximadamente 2000 pessoas. O evento teve uma vasta programação, com alvorada, corais, louvores, orações, mensagens, homenagens, além de almoço e jantar. Para os fiéis, um presente pelos 64 anos da igreja no município completado dia 30 de outubro.
O presidente da igreja em Parintins, Pastor Jurandir da Costa Pinto, relata que o momento é de alegria, satisfação, pelo que Deus tem dado, e realizado. “Deus nos abençoa poderosamente, sou grato por essa conquista. Continuaremos nesse propósito, construir, evangelizar e ganhar almas para o reino de Deus, agregando o povo e a família parintinense. O Senhor nos deu oportunidade de fazer história nessa cidade, e cada um daqueles que contribuíram estão fazendo história”, ressaltou.

                                        União


Para o deputado federal, Pastor Silas Câmara, a construção do templo representa um grande feito para a cidade. Ele ressalta que a Assembleia vive o melhor momento de união da história em Parintins. “Estou emocionado, isso é comprovação do vigor, da musculatura da Assembleia de Deus no estado do Amazonas, principalmente em Parintins, onde somos 12 pastores e quase 50 igrejas, que de portas abertas fazem um trabalho social fantástico, transformando vidas e a sociedade, abençoando essa terra e esse povo”.
O prefeito Frank Bi Garcia declarou, “é mais uma casa de Deus erguida, resultado de trabalho, união e esforço”. E acrescenta, “significa um relacionamento de unidade que criamos entre prefeitura e as igrejas de Parintins, esse templo é um marco. Nossa luta foi sempre unir aqueles que são do bem, e a Assembleia de Deus só faz o bem, quem tem uma igreja vive melhor, tem mais paz de espírito, quem tem Deus no coração ajuda a construir uma sociedade”, declara Garcia.

Projeto Bom de Bola recebe equipamentos e inicia treinos para formar seleção parintinense


    Coordenador do projeto trabalha com garotos de 15 e 17 anos a fim de resgatar o futebol local

Oitenta dos cento e trinta e cinco estudantes participantes do Projeto Bom de Bola em Parintins receberam coletes para iniciar os treinamentos e formar a seleção parintinense de futebol. A entrega aconteceu na manhã de sábado, 3, e a equipe vai representar o município no torneio estadual do projeto que deve acontecer entre o fim de dezembro deste ano e início de 2013.
Segundo o professor Carlos Meireles, coordenador do projeto em Parintins, a entrega dos coletes aconteceu durante a realização de um torneio com times do projeto, no campo do Planeta Boi. O Projeto Bom de Bola foi implantado em Parintins mês de junho, pela Secretaria do Estado da Juventude Esporte e Lazer (Sejel), do governo do estado, tem a finalidade de resgatar não só o bom futebol parintinense, mas o futebol amazonense carente de profissionais.
Meireles revela que para mudar a realidade que se encontra hoje o futebol local, é preciso fazer um trabalho de base. “Nosso futebol necessita de um trabalho sério, desenvolvido nas categorias de base para que num futuro próximo consigamos resgatar o brilho do futebol parintinense. Essa é a intenção do projeto, por isso trabalhamos com garotos de 12 a 17 anos”.
De acordo com o professor, competições internas já acontecem para que possa formar a seleção do projeto que vai representar Parintins no torneio que acontecerá em Manaus, com times de todas as cidades do Amazonas onde o projeto Bom de Bola funciona. “Os estudantes treinam as segundas, quartas e sextas-feiras manhã e tarde no campo da rádio Alvorada, vamos intensificar os treinos para que possam representar bem o município”, finaliza Meireles

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Vaqueiro é salvo após ficar duas horas na boca de um jacaré-açú


    Rapaz atravessava igarapé quando foi surpreendido pelo animal que o atingiu na cocha esquerda

“Quando o jacaré me pegou, meu irmão não pôde me tirar da boca do animal, era muito grande e foi pedir socorro. Fiquei sozinho por duas horas na boca daquele bicho. Pedia a Deus que me tirasse com vida daquele animal. Se tivesse quebrado minha perna, não teria como sobreviver, só pensava nisso, a pesar de tentar não tinha como sair”. Foi assim que Nadson Pimentel de Souza, 17, contou o drama que passou por duas horas entre as mandíbulas de um jacaré Açú de aproximadamente quatro metros de comprimento. O rapaz ficou preso até o irmão Jair Pimentel de Souza, 15, ir a comunidade pedir ajuda e chegar com pai do jovem e sete pessoas que o salvaram do animal. O fato aconteceu entre as 14 e 16h de sexta-feira, 03, em um lago próximo a comunidade Nossa Senhora das Graças, Paraná do Limão.

Ataque

Nadson atravessava um igarapé no momento do ataque. “Estava a cavalo e atravessava um igarapé não muito fundo. O cavalo atolou, desci para não afundar, o jacaré estava no fundo e não percebi. Pulei em cima do rabo dele, pegou minha cocha esquerda e tentou me levar para o fundo”, contou. De acordo com o vaqueiro o jacaré tentou várias vezes levá-lo para o fundo. “Sacolejou várias vezes e quando cansava ficava quieto, e tentava de novo. Um momento ficou brabo, consegui furar um dos olhos dele, ficou mais irritado e tentou arrancar minha perna, gritei muito nessa hora”, lembra o jovem. O rapaz diz ainda que era umas 14h quando o irmão foi buscar ajuda que só chegou as 16h. “Toda vez que apertava, tentava tirar minha perna e mordia mais ainda. Ele tentou arrancar minha pena umas quatro vezes, Graças Deus o pessoal chegou e conseguiu me salvar”.

Ajuda

Sete pessoas socorreram o jovem, que lembra o procedimento para ser salvo. “Meu pai amarrou uma corda na mandíbula de cima do jacaré e os outros amassaram a mandíbula de baixo. Puxei minha perna da boca dele, mas o bicho partiu pra cima do meu pai e do irmão e quase pegou os dois, o pessoal conseguiu matá-lo. Foram os piores momentos da minha vida. Graças a Deus meu irmão estava junto e deu tempo de buscar ajuda”, finaliza. Segundo Vânia de Souza Pimentel, mãe do jovem, no momento em que Nadson viu o pai, ele falou. “Pai acho que meu sonho de estudar acabou". O pai dele disse que não, e o tirou da boca do jacaré. Meu marido ficou muito abalado quando viu ele naquele estado, graças a Deus conseguiu livrar nosso filho”. Nadson se encontra no Hospital Padre Colombo sob cuidados médicos. Segundo a mãe do jovem, a mordida do animal deixou cortes profundos na cocha esquerda e joelho do filho, mas não houve fratura de ossos.

Preso foge da delegacia


    Ele veio por trás e deu a primeira estocada na minha costa, disse a vítima

Jesus Mar Lopes, 18, fugiu na manhã de sábado, 03, da 3ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP). Ele foi flagrado as 9h de sexta-feira, 02, por roubo e lesão corporal contra o comerciante Dérick Alfaia da Silva, 22. O acusado se aproveitou da fragilidade que as celas se encontram após a depredação causada na última rebelião.
Jesus Mar teria se aproveitado do momento que os policiais faziam a ronda externa na delegacia. Uma fonte ligada a segurança pública do município fala sobre a fragilidade que as celas se encontram. “Se um desses presos na ânsia de fugir encontrar um policial descuidado, pode atentar contra a vida dos agentes da lei. As autoridades precisam tomar uma decisão o mais rápido possível para reformar a DIP, pois da forma que está oferece risco a todos”.
A família de Dérick pede providência a justiça para que encontrem Jesus Mar e prenda-o. Uma tia da vítima que pediu para ter o nome preservado disse. “Esse rapaz é perigoso, tememos por nossa segurança, tentou roubar e celular do Dérick, como ele ameaçou correr, deu uma facada na costa e outras pelo corpo. Ele não pode estar solto”.
Ao deixar o hospital na manhã de ontem Dérick afirmou.  “Ele se aproximou e pediu dinheiro, disse que não tinha então pediu o celular, conheço de vista, pensei que estivesse brincando e saí. Ele deu a primeira estocada na minha costa, em seguida um colega dele me deu uma rasteira e quando caí continuou a me furar, deu duas no meu peito, uma no pescoço e errou vários golpes”.