quinta-feira, 16 de maio de 2013

Preso por estelionato



Gilberto Rabelo, ex-presidente da Colônia dos Pescadores Z-17 de Parintins, foi condenado pela Justiça Federal há 4 anos e 5 meses de prisão, pelo crime de estelionato, artigo 171 do Código Penal. O Delegado Ivo Cunha, titular da 3ª DelegaciaInterativa de Polícia (3ª Dip) cumpriu o mandato de prisão, depois que ele foi sentenciado, ontem 15 de maio.
 “Inicialmente, ele foi condenado por estelionato, há 07 anos de prisão, mas recorreu e o Supremo confirmou a sentença de 4 anos e meio, conseguiu reduzir com o recurso. Apresentamos ele na 3ª Dip e depois de algumas horas, encaminhado ao presidio publico onde permanece preso”, informa Ivo Cunha.
Em 2009, Gilberto Rabelo, entãopresidente da Colônia, foi preso acusado de desviar R$ 500 mil do seguro-defeso, correspondente a R$ 100 mil por ano. Na época pelo menos 50 pessoas, foram indiciadas, em Parintins, por estelionato e falsidade ideológica. Segundo o inquérito aberto para apurar a fraude, desde 2004 Rabelo vinha expedindo declarações de exercício da profissão a comerciantes, pedreiros e até servidores público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário