quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Casos de rebeldia de alunos nas escolas preocupam Conselho Tutelar


 
      Segundo o conselheiro Marcos Azevedo, todos os dias atendem inúmeras ocorrências


“Hoje estamos praticamente pilhados de adolescentes indisciplinados nas escolas, por isso nos preocupamos com o futuro da cidade daqui a vinte anos. Se a gente não preparar esses adolescentes agora, ficaremos a mercê de pessoas de fora para comandar nossa cidade. O Conselho está lutando, indo nas casas, procurando pai e mãe, dizendo que esses adolescentes são o futuro de Parintins”.
Essa foi a declaração do conselheiro tutelar, Marcos Azevedo, após ser acionado por uma gestora para resolver mais um problema de indisciplina de estudante. Segundo o profissional, todo dia atendem inúmeras ocorrências nas escolas e problemas familiares são as principais causas de rebeldia de alunos. A reportagem acompanhou a visita do conselheiro, terça-feira às 16h45, a casa do adolescente de 15 anos, no bairro Francesa. O rapaz que falou palavrões para a gestora, mora com o pai que é separado da mãe, afirmou que sofre com problemas familiares, mas prometeu tentar melhorar na escola.
“Por ser de família humilde, a gestora sempre ajuda ele, comprando calça, sapato, pra não faltar na escola. Parintins tem alunos destaques na educação que já ganharam vários prêmios, e é muito triste ver um adolescente fazendo isso com quem está fazendo o bem pra ele. Juntos, Conselho, gestora, professores e família, vamos conseguir resgatar esse adolescente para o bem e que seja um rapaz futuramente qualificado para nossa cidade”, confia o conselheiro.

Desestruturação familiar

Azevedo afirma que o Conselho vai entrar em contato com o Grupo de Gestão Integrada (GGI) local para levar o assunto e encontra uma solução. “A desestruturação familiar é um dos principais problemas que levam a rebeldia desses adolescentes, pois quando um casal se separa, geralmente a criança é penalizada. A base da educação é a família. A escola existe pra educar o cidadão a ser alguém na vida.  Parintins vai ser melhor futuramente com mais disciplina e educação para todas as nossas crianças e adolescentes”, ressalta Azevedo.
De acordo com ele, a escolas têm profissionais que fazem visita nas famílias desses adolescentes e quando não resolvem o conselho é acionado. “As escolas são obrigadas a acionar o Conselho Tutelar quando está acontecendo evasão, falta não justificada, indisciplina, pra ver o que pode fazer e vamos levar ao conhecimento do Ministério Público o que está acontecendo dentro dos educandários”.

Geandro Soares

Demora no socorro a vítima de acidente deixa populares indignados


         A vítima dirigia a bicicleta quando o guidom quebrou a poucos metros da Ponte Amazonino Mendes


 Uma mulher sofreu um acidente de trânsito na rua Larga próximo da Ponte Amazonino Mendes (rua 03) na última terça-feira (30) por volta de 14h. A senhora dirigia uma bicicleta quando o guidom quebrou a poucos metros da entrada da Ponte, um dos trechos mais movimentados da cidade. O socorro demorou a acontecer e revoltou populares que atribuíram descaso e humilhação ao que a vítima passou.
A reportagem do Gazeta Parintins chegou no local cerca de 5 minutos após o acidente. Uma bombeira civil ajudou a vítima enquanto esperou o Corpo de Bombeiros que demorou a chegar, mas a ambulância não foi prestar socorro. “A gente conseguiu um guarda-chuva e um plástico para protegê-la, não teve fratura, mas sentiu fortes dores no quadril e pescoço. É um absurdo, uma humilhação, essa demora no socorro às vítimas de acidentes em Parintins, um descaso total. Quanto mais rápido o atendimento, maior a chance da vítima se recuperar ou sobreviver dependendo da situação”, disse a bombeira civil.
Populares ligaram para Corpo de Bombeiros, e para as ambulâncias, mas as chamadas não eram atendidas ou eram desviadas para a Caixa Postal. Após várias tentativas, conseguiram acionar o Corpo de Bombeiros, que chegou no local cerca de 40 minutos após o acidente. 

   Os bombeiros imobilizaram a vítima e na própria viatura conduziram ao Hospital

 "Espero com tão falada ambulância que a prefeitura adquiriu, amenize esse tormento que as vítimas de acidente passam em Parintins”, exclamou uma senhora.
Uma jovem de 28 anos ressaltou que, “infelizmente esse problema não é exclusividade de Parintins, mas de praticamente todas as cidades do Amazonas e em muitas capitais brasileiras”. A resposta dada as pessoas quando conseguiram contato com o Linha Direta da ambulância do Padre Colombo (94105666) e a do Jofre Cohen (94133148) eram que no momento os veículos estava ocupados.

Geandro Soares

Iso 9001 pode ser implantado na Escola Suzana de Jesus Azedo



      O educandário pode receber até o segundo semestre de 2014 o Selo Iso 9001, do Programa  de Educação

A gestora da Escola Estadual Suzana de Jesus Azedo, Eulane Tavares, informa que o educandário pode receber até o segundo semestre de 2014, o Selo Iso 9001, do programa Certificação de Qualidade de Educação e Ensino para escolas públicas do Amazonas. A certificação é promovida pelo Governo do Estado que tem a finalidade de elevar a nota da educação do Amazonas a nível Brasil no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).
Tavares revela que os professores do educandário participaram na terça e quarta-feira (29 e 30), de aulas práticas e teóricas de como agir e preparar o educandário para receber o Selo. As aulas foram ministradas pelo coordenador de qualidade para a implantação do Iso 9001, Jeferson Fernandes da Silva, da Secretária de Educação do Estado (Seduc), e Alexandre Bodá de Andradio, sócio/consultor da empresa Valória soluções em Gestão e consultoria contratada pelo Governo para treinar professores das escolas onde será implantado o programa.

Indicadas

Jeferson Fernando, relata que 25 escolas no Amazonas estão indicadas para receber o Selo, e estão recebendo orientações para que possam seguir os requisitos estabelecidos pela norma de certificado internacional de qualidade. “Com a certificação das escolas, o Estado traz para o interior o que existe de ponta hoje no sistema de injeção de qualidade de ensino para os municípios do Amazonas. Os critérios que indicaram a Escola Suzana de Jesus a ser reconhecida é que ela já vinha com premiações no Sadeam. Na visita in loco, tinha as melhores condições de receber o certificado. A premiação é um reconhecimento pela gestão que a escola vem fazendo”.

Expectativas

A Gestora da escola destaca a alegria e o sentimento de receber o selo Iso 9001, reconhecido internacionalmente. “Recebemos na escola estudos sobre interpretação e os requisitos do Iso. Vamos trabalhar para preencher todos os requisitos exigidos para que possamos ser certificados. Tenho certeza que vamos conseguir este selo que não é só importante para a escola, mas para todos os parintinenses, já que nossa escola representa Parintins. Iso representa a vitória dos estudantes, professores e pais de alunos. Em 2008 quando assumimos a escola a nota no Ideb era 3. 4 e hoje é 5.7. Queremos nessa última avaliação alcançar 6.0 e mostrar a capacidade de nosso alunos que a cada dia melhoram a capacidade de ensino aprendizagem”, finaliza.

Ataíde Tenório 

Ex-atleta do Flamengo fará peneira em Parintins através da Escolinha Show de Bola

        O objetivo é descobrir novos talentos e dar oportunidade aos talentos parintinenses
  
Através de um vídeo publicado segunda-feira (28), o ex-atleta e agora empresário Paulo Marcel Pereira Merabet, (o Roma), natural do Estado do Pará, anunciou que estará nos dias 07 e 08 de dezembro em Parintins para realizar uma peneira com objetivo de selecionar craques de 13 a 18 anos para grandes times brasileiros. Roma é proprietário de uma agência de futebol e quando jogador, atuou pelo Flamengo (sua passagem mais marcante), jogou na Bélgica, futebol japonês, entre outras equipes.
A peneira vai acontecer no campo do Planeta Boi através da Escolinha Show de Bola, e será coordenada pelo também ex-atleta parintinense Roberto Azevedo da Gama, o Beto Pupunha que também jogou por vários clubes do país e exterior.  “O Roma descobriu vários atletas espalhados pelo Brasil, muitos estão jogando em times como o Flamengo, Corinthians e Sport Recife. Aceitou o convite que eu e o Neto Yanuzzi fizemos a ele, pois é um amigo da gente, e vem com uma equipe de profissionais da agência a procura de talentos em Parintins. Temos jogadores bons e esta é uma grande oportunidade, vai depender de cada atleta se dedicar e agarrar essa chance, por isso é importante se prepararem para que possam empolgar na peneira”.

Inscrições

Beto anuncia que as inscrições iniciam terça-feira (05) e se estenderá até o dia 30 de novembro, na rua Cordovil, 641, Centro, e para mais informações pelo número (92) 9220-9804. Atletas de municípios vizinhos também podem se inscrever. “Para a estrutura e logística do evento, estamos cobrando 30 reais por atleta, mas no ato da inscrição o candidato ganha o colete e poderá ser sorteado no dia da peneira com camisas autografadas do Roma de quando jogou no Flamengo e outros clubes. As pessoas carentes vão pagar 20 reais. Os pais têm que apoiar, sem apoio da família as crianças se distancia dos sonhos”.

Geandro Soares


Veja o vídeo: 



Abertas as inscrições para o Processo Seletivo do Ifam 2014/1




          As inscrições podem ser feitas pela internet através do site www.ifam.edu.br ou na sede da instituição

Estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo 2014/1 do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam), Campus Parintins. As vagas ofertadas são para os Cursos Técnicos de Nível Médio na Forma Integrada para quem já concluiu o Ensino Médio, e Nível Médio Subsequente (oferecido a quem já concluiu o Ensino Fundamental).  Na forma Integrada estão sendo oferecidos os cursos técnicos: Administração, Agropecuária e Informática. Na forma Subsequente os cursos técnicos oferecidos são: Administração, Informática e Meio Ambientes. Em ambos os cursos são oferecidas 45 vagas.
As inscrições podem ser feitas pela internet através do site www.ifam.edu.br, no link Processo Seletivo, e no Setor de Comunicação e Eventos do Ifam Campus Parintins, localizado na Estrada Odovaldo Novo, s/nº - Aninga/Parananema até o dia 15 de novembro, de 08h às 12h e das 14h às 18h. Para inscrição é necessário: Carteira de Identidade, CPF e comprovante de residência. A taxa de inscrição custa R$10,00.
A Comissão do Processo Seletivo 2014/1 do Ifam, informa que a inscrição pela internet deverá ser feita através do navegador Mozzila e solicita que os interessados leiam atentamente o edital, pois cada candidato é o responsável pelo preenchimento correto da ficha de inscrição.  A aplicação das provas do Processo Seletivo acontece dia 08 de dezembro e o resultado final será divulgado dia 27 de dezembro.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Ifam Parintins

Petista Valtair Cruz busca à presidência estadual do partido no Amazonas

              Valtair Cruz é candidato a presidente estadual do Partido dos Trabalhadores (PT)

O petista Valtair Cruz, candidato a presidente estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), do Amazonas, nas eleições interna que acontece dia 10 de novembro em todo Brasil, esteve este fim de semana em Parintins. Ele participou de reuniões e debates com candidatos ao diretório local do partido e filiados da sigla. Durante os encontros que ocorreram em vários pontos do município, após ouvir e apresentar propostas, Valtair também pediu voto para ele e seus aliados das chapas Estadual e Nacional.
Em entrevista ao Jornal Gazeta Parintins, Valtair revela por que se lançou a presidente da sigla no Estado. “Meu número é 382 e nossa chapa estadual é 482. Dentre nossas principais propostas está o resgate da militância, e que o PT seja devolvido sua militância, às bases políticas. Assim vamos fortalecer o partido no Amazonas para projetar em 2014 e 2016 candidatura com viabilidade eleitoral. Com o compromisso das transformações que a sociedade quer e precisa e as mudanças que o PT necessita no Estado, lanço meu nome à presidente estadual do partido”.
Valtair lembra que o PT está no poder há 10 anos, e durante a trajetória de sucessos, houve dificuldades e afirma que a maioria do povo brasileiro aprova a gestão do partido, mas lamenta a situação do PT no Amazonas. “No Amazonas o PT está patinando e estamos propondo trazer os militantes de volta ao partido para que sejam realizados os grandes debates. Assim vamos ouvir os movimentos sociais, os intelectuais, e poder trabalhar um projeto que possa culminar já nas próximas eleições na Capital e no interior”.
O petista afirmou que Parintins precisa de um projeto apoiado pela direção estadual, voltado à unir as tendências, voltado a formação política dos militantes, a valorizar e fomentar a participação das mulheres no espaço político partidário, para que juntos venham forte em 2016 e encabece uma chapa com condições eleger o prefeito.

Ataíde Tenório

Vereadora Karine Brito nega especulações e diz que vai reassumir o cargo na Câmara

        Karine afirma no retorno ao legislativo parintinense focará nos projetos que prometeu na campanha

A vereadora Karine Brito (PSD), relata que reassumirá sua vaga na Câmara Municipal de Parintins na próxima segunda-feira (04) após quatro meses afastada por auxílio maternidade. Enquanto esteve ausente do poder legislativo, o vereador suplente Carlos Augusto das Neves (PSD), assumiu o lugar de Karine no parlamento e em pouco tempo se tornou líder do governo Carbrás. Sobre rumores de que ela cederia o cargo para o vereador das Neves, por ter agradado a base da situação como líder do governo municipal, Karine falou a nossa reportagem que volta para o cargo que lhe é de direito.
“Nós somos líderes políticos, eles fazem as suas propostas, temos que ver o que é melhor para a população, mas, dia 04 estou voltando ao meu cargo, como de direito, então os rumores que fiquem pra trás. Voltei de uma licença maternidade, agradeço a população pela paciência que teve comigo nesses 4 meses, também ao vereador Carlos Augusto pelo trabalho, mas graças a Deus estou retornando, o INSS me amparou nesses 4 meses porque é um direito meu, um direito da minha filha”.
Karine afirmou que na volta ao parlamento, focará nos projetos que prometeu na campanha. “Por causa da gravidez, confesso que estive parada mesmo, porque minha gravidez era de risco, mas deu tudo certo. Estou voltando com toda a garra pro trabalho e vou lutar para ser implantado em Parintins o Centro Integrado de Apoio à Criança (Caic), e o projeto Galera Nota 10 que é sucesso em Manaus e mais um projeto em defesa da mulher”.  Sobre liderança de governo, Karine afirmou, “vou ainda arrumar as coisas, não recebi essa proposta. Vim determinada a trabalhar pelo povo parintinense”.

Geandro Soares

Após semanas de investigação, Polícias prendem assaltantes


  
Após algumas semanas de investigação das Polícias Civil e Militar, dois sujeitos acusados de fazer parte de uma quadrilha de assaltantes na cidade foram detidos na noite da última terça-feira (29). Um deles é Josiel Dias de Souza, 31, e o outro é um menor de 14 anos de idade que foram presos pela polícia por volta de 18h30, e apresentados na 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC) às 19h08.
De acordo com a Polícia, os dois e mais um indivíduo, realizavam assaltos na cidade armados com facões. Eles são acusados de assaltar um posto de gasolina de propriedade do empresário Chiquinho Vasconcelos, um navio que viaja para Manaus e um local conhecido como Casarão. A Polícia conseguiu apreender com a dupla, objetos de roubos e furtos dos quais são acusados de cometer, porém ainda não conseguiu recuperar o dinheiro.
Segundo o delegado Ivo Cunha, a captura do terceiro elemento que está foragido está próxima de acontecer. “Eles fizeram três assaltos, conseguimos deter dois dos assaltantes, outro temos informações que está em Manaus, mas a Polícia está a captura dele. Conseguimos recuperar objetos das vítimas, entre eles um notebook, mas  o dinheiro dos assaltos não foi recuperado”, afirmou Ivo.
 Na madruga de terça-feira (29), às 00h56, a Polícia também prendeu dois jovens de 19 anos por assalto a duas motocicletas Biz na cidade. Até o fechamento desta edição a dupla permanecia presa.


Mototaxistas de Parintins participam de curso de capacitação


              A finalidade é preparar os profissionais para a retirada da Carteira Nacional de Habilitação

  O presidente da Cooperativa Mista dos Motaxistas de Parintins (Coopmoto), Raimundo Carvalho Martins, informa que acontece desde segunda-feira (29) e encerra amanhã (01), o Curso de Especialização de Condutores e Transporte de Passageiros para mototaxistas em Parintins. A finalidade é preparar os profissionais para a retirada da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) remunerada.
Carvalho diz que 80 mototaxistas estão participando do curso que acontece em uma das salas do Hotel Samaúma, na rua Senador Álvaro Maia, centro. “Nesse primeiro momento, duas turmas, em dois turnos estão participando do curso, a tarde de 14hàs18h e a noite de 19h às 23h. Em breve a equipe deve retornar e outros profissionais também irão fazer as capacitações”, revela.
O professor de Legislação em Trânsito, do Departamento de Trânsito do Amazonas (Detran/AM), Fernado Santana, está em Parintins especialmente para ministrar a parte teórica da capacitação. “Apresentaremos aos mototaxistas todos os ordenamentos jurídicos referente a profissão. Abordaremos temas como ética, profissionalismo e os cuidados com a segurança no trânsito. Abordar sobre a legislação, segurança do veículo e boas práticas no processo de transporte de passageiros”, garante.
De acordo com ele, o Governo do Estado entende que a profissão de mototaxista é importante no interior para a organização da sociedade. “As pessoas utilizam esse transporte como alternativa e substituição ao transporte coletivo de massa. E para que eles prestem um serviço de excelência precisam estar capacitados. A meta é até o final de 2014 os mototaxistasdo Estado estarem todos capacitados”, aposta o professor.

 Ataíde Tenório

Solidariedade para festa de fim de ano das crianças de Urucurituba



O jornalista Augusto Banega Montenegro, iniciou esta semana nas redes sociais, uma campanha solidária para que seja realizada no município de Urucurituba, no Baixo Amazonas, a festa de fim de ano das crianças daquela cidade. A campanha visa arrecadar junto a internautas e amigos, recursos para a compra de brinquedos que serão doados aos meninos e meninas da localidade.
Dizendo acreditar na bondade das pessoas quando o assunto é ajudar às mais necessitadas, Banega acredita que a campanha vai surtir efeito e o evento para a distribuição dos brinquedos deve acontecer entre os dias 17 e 22 de dezembro. “Queremos beneficiar o máximo de crianças com até 10 anos de idade que moram no município. Não temos dinheiro, mas é fundamental que tenhamos coragem para pedir que as pessoas possam colaborar com o projeto que visa proporcionar uma festa diferente aos meninos e meninas de Urucurituba, um dia inteiro dedicado a alegria, e à prática da fé cristã daquelas crianças”.
O profissional garante que a finalidade é incentivar a solidariedade nas pessoas para que possam oferecer às crianças carentes momentos de alegria. “Não queremos tornar isso uma festa política, mas todos os políticos que também quiserem colaborar, serão bem-vindos. A festa será para as crianças, muitas moram em comunidades carentes e nunca se quer ganharam um brinquedo. Todos que quiserem colaborar podem depositar entre R$ 5,00 até R$ 15,00 na conta 11.5134.4, agência 3711-7, Bradesco, e colocar seu nome no depósito para que possamos agradecer depois e durante o evento. A solidariedade é fundamental nesses instantes”, finaliza Augusto Banega.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Casa do poeta Thiago de Mello pode ser demolida em Barreirinha (AM)


   Fachada do memorial: deteriorado e sem manutenção, mas com traçados originais preservados (Divulgação - Claudio Leal)
Por STEFFANIE SCHMIDT
Uma das duas únicas obras do arquiteto Lúcio Costa na região Amazônica, que serviu de morada para o poeta Thiago de Mello em Barreirinha (a 331 quilometros de Manaus), está sendo ameaçada de demolição pela Prefeitura local, por conta das obras de revitalização da orla da cidade. O projeto, feito em convênio com o Governo do Estado, está orçado em pouco mais de R$ 1,3 milhão.
Os jardins do memorial Thiago de Mello e a calçada já foram retirados, para a construção do muro de arrimo. Moradores do local foram proibidos de realizarem quaisquer alterações nas casas, conforme apurou a reportagem.
    Poeta Thiago de Mello (Foto:ArquivoA critica)

“Estou assombrado com tamanha falta de conhecimento, de cultura”, disse o poeta Thiago de Mello à reportagem sobre a situação do local projetado pelo mesmo arquiteto do plano piloto de Brasília e um dos fundadores do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O local fica de frente para o paraná do Ramos, um dos braços do Rio Amazonas.
A casa foi adquirida pelo Governo do Estado e repassada à Prefeitura para servir de espaço cultural. No entanto, sem manutenção e nem mesmo energia elétrica - ainda no começo do ano - a obra que já foi divulgada incansavelmente pelo mundo por conta dos traços únicos deixados por Lúcio Costa no mundo, vem se deteriorando, sendo alvo, inclusive, de pichações e invasões, segundo fontes da reportagem no Município.
Informado sobre a situação, o secretário estadual de Cultura, Robério Braga, disse que o Estado deverá intervir a fim de garantir a preservação da obra do arquiteto francês radicado no Brasil. “Caso alguma alteração seja feita, vamos conduzir o processo de reestabelecimento”.
Morador da orla, o também escritor e poeta Elpídio Nunes, disse que pelo traçado do projeto onde será a pista, muitos moradores deverão perder parte das casas, incluindo o memorial Thiago de Mello. “Moro próximo ao memorial. Ele deverá ser comprometido, assim como muitas casas humildes aqui. Não fomos informados de nada. Não somos contrários à obra, mas à forma truculenta com que está sendo conduzida. Moradores estão sendo ameaçados pela construtora e ninguém ainda falou em indenização”. Segundo ele, a placa informativa só foi colocada anteontem e pela data, a obra já está atrasada há um mês. “Vamos promover um abaixo assinado e pedir para que o Ministério Público possa investigar”, disse.
Sem resposta
A reportagem entrou em contato com o prefeito Mecias Pereira Batista (PSD), mais conhecido como Mecias Sateré, por meio de dois telefones, mas não obteve sucesso. O secretário municipal de Cultura, Turismo e Meio Ambiente, Aderaldo Tavares, não atendeu às ligações.
Fonte: Portal A Critica (http://acritica.uol.com.br)

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Criança escapa de morrer queimada no interior


          Kaique Dorsane de seis anos de idade teve o corpo todo queimado, segundo a mãe da criança

“O caso aconteceu por causa do abandono que estamos vivendo nas comunidades da gleba Vila Amazônia que estão todas na escuridão. A lamparina que meu marido colocou diesel, que volta a ser a única fonte de luz doméstica na região explodiu. O resultado foi quase a morte do meu filho KaiqueDorsane Ramos, seis anos de idade que está todo queimado. Será que algo de pior vai ter que acontecer com alguém para que as autoridades tomem uma providência e exijam que a Amazonas Energia resolva essa situação que está colocando em risco a vida de pessoas”.
Esse desabafo é da senhora Maria de Jesus Carvalho Dorsane, 27, moradora da comunidade Nossa Senhora de Fátima, região do Açaí, Vila Amazônia, mãe do menino Kaique que teve a parte frontal do corpo queimado. O acidente aconteceu dentro da casa quando o pai de Kaique, Salomão costa Ramos, 28, abastecia uma lamparina que explodiu e o líquido em chamas atingiu a criança.
O acidente aconteceu por volta das 18h30 de quarta-feira (23). “Estávamos na cozinha, eu, meus dois filhos e meu marido. Quando o Salomão foi abastecer a lamparina, em uma fração de segundo aquilo explodiu e o carote que estava com combustível pegou fogo. Ele jogou o carote para fora da cozinha, e onde foi caindo o diesel foi incendiando tudo. Quando o Kaique correu pra porta, o diesel que estava em chamas fora da casa, veio pra dentro e pegou nele”.

Caso

A mãe da criança relata que o marido retirou os dois filhos do local, mas o corpo de um deles estava em chamas. “Meu filho de 4 anos não se feriu, mas o Kaique estava com um shorte que pegou fogo. O pai dele ficou desesperado tentando apagar e não conseguiu. O pessoal da Cootempa que mora nas proximidades, ouviu os gritos, ajudou a apagar o fogo e nos trouxe até o porto da Vila Amazônia”, enfatiza a senhora.
O menino sofreu queimadura na barriga, pernas, coxas, braços, face e deu entrada no Hospital Jofre por volta de 21h de quarta-feira. “Ele sofreu queimaduras de 1º, 2º e 3º graus, foi operado e está recebendo medicação para evitar infecção. Se o Programa Luz Para Todos funcionasse direito, e a energia elétrica não tivesse esse tempo todo faltando em toda região da Gleba, isso com certeza não teria ocorrido”, finaliza mãe. Na noite de sexta-feira a crianca foi encaminhada para a Capital do Estado.

Ataíde Tenório

Sócios da Amajosé cobram agilidade para continuar a distribuição de alimentos no bairro

      Membros da Associação procuraram a diretoria da entidade para saber por que a distribuição não está acontecendo

Na tarde de sábado (26), membros da Associação de Moradores do Bairro São José Operário (Amajosé), procurou a diretoria da entidade para saber por que a distribuição de alimentos não está acontecendo no bairro. Segundo eles, outras associações que também têm parceria com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) continuam recebendo os produtos. O presidente da Amajosé, acusa a diretoria da Associação dos pescadores Artesanais de Parintins (Aspapin) de não ter agilizado os documentos que deveriam ser mandados para a Conab, o que estaria ocasionando o problema.
A dona de casa Jéssica Barros, 20, revela que existem muitas famílias no bairro que precisam, mas não estão sendo beneficiadas com os produtos doados pela Conab. “Sabemos que outras associações estão recebendo peixes, frutas e outros alimentos. Queremos saber do presidente no nosso bairro por que não estamos sendo contemplados com o benefício. Aqui existem centenas de famílias carentes que não têm condições de comprar alimentos e necessitam dessa ajuda, por isso estamos fazendo a cobrança”.

Esclarecimentos

A reportagem do Jornal Gazeta Parintins procurou o cidadão Messias Oliveira (o Papagaio), presidente da Amajosé, que confirmou a parceria com a Conab, mas disse que a compra dos produtos são feitas pela Aspapin, que gerencia o dinheiro disponibilizado pelo Governo Federal. Ele afirma que a Aspapin não agilizou os documentos enviados pela Amajosé, e por isso, os alimentos não estão chegando ao bairro.
Messias explica que outras associações continuam recebendo os produtos e porque estão cadastradas na Colônia Z-17. “Infelizmente estamos cadastrados na Aspapin, onde o presidente é o senhor Gelson Moraes. Entregamos a ele toda documentação exigida para que a parceria continuasse, mas infelizmente a documentação que deveria estar na direção da Conab na Capital do Estado não foi agilizada, e por isso não está havendo a distribuição dos produtos”.
Segundo Oliveira, os sócios têm razão de reclamar porque a safra do pescado está chegando ao fim e eles não foram beneficiados. “Já procurei várias vezes o Gelson Moraes e ele afirmou que era por falta de documentos, mas nossa documentação está em dia, trocamos o nome da entidade, e enviamos a eles. Entrei em contato com o senhor Luiz Carlos, técnico da Conab e ele informou que faltam dois documentos da Aspapin para que a verba seja liberada para compra de peixe. Ele afirmou que já espera os documentos há mais de um mês. O fato é que há desinteresse da Aspapin. Penso em buscar parceria com a Colônia Z-17 para que o povo do bairro não continue no prejuízo”.

             Crise

             Messias Oliveira (o Papagaio), presidente da Amajosé

Para o presidente da Amajosé, as demissões de funcionários públicos municipais, a falta de projetos que visem captar recursos para a geração de emprego e renda, e a falta de circulação de dinheiro na cidade está gerando uma crise na cidade e a procura pelos alimentos que eram doados na associação aumentou. “Acredito que sem conseguir chegar ao poder executivo, as pessoas começam a cobrar da gente como presidente de bairro, ações que pelo menos amenize o impacto da falta de dinheiro que começa a incomodá-las. Os gestores de entidades que contam com programas como esse do Governo Federal, que através da Conab realiza o combate a extrema pobreza nos municípios, precisam ser ágeis para que as coisas funcionem da melhor maneira possível. Não podemos mais negar que Parintins caminha para uma crise financeira que há muito não víamos. Já que o município não age, os gestores de entidades precisam olhar isso com mais seriedade. Pois para muitas pessoas, esses produtos são tudo que eles conseguem para alimentar os filhos”, lembra Oliveira.
Na tarde de sábado e manhã de domingo, a reportagem tentou contato com Gelson Moraes pelo celular ****-7316, mas as ligações eram desviadas para a caixa de mensagem, já domingo a tarde as ligações não foram atendidas, mesmo assim, o jornal está a disposição para qualquer esclarecimento. 

Ataíde Tenório

Diabetes atinge mais de 2 mil parintinenses


O programa de Hipertensão e Diabetes (Hiperdia) da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) trabalha na programação para a Semana de combate ao diabetes, que acontece de 11 a 14 de novembro. A ação faz parte da programação do Dia Mundial da doença, dia 14 de novembro, considerado o mês azul.
De acordo com a coordenadora do Hiperdia, enfermeira Andrea Bastos, 2.162 pessoas em Parintins têm a doença e fazem o tratamento nos postos de saúde. “O diabetes não tem cura, mas tem tratamento. Fazemos acompanhamento das pessoas diabéticas o ano inteiro, mas no mês de novembro intensificamos por ser o mês da luta de combate ao diabetes. Uma campanha mundial, e em Parintins não seria diferente”.


Atendimento

A enfermeira afirma que todos os pacientes acompanhados pelas equipes médicas recebem também o medicamento necessário para o tratamento da doença. Ela explica que os serviços prestados nas unidades de saúde para o diagnóstico do diabetes passam por avaliação nutricional, odontológica, entre outras. “O tratamento correto do diabetes significa manter uma vida saudável e o controle da glicemia, a fim de evitar possíveis complicações da doença. Os principais cuidados para tratar o diabetes incluem: exercícios físicos, pelo menos 30 minutos de caminhadas por dia, controle da dieta e autoexame”, relata.

Vilões

Segundo Andrea, um dos grandes vilões do diabetes além do açúcar mascavo, mel e caldo de cana, são os carboidratos, principalmente a farinha de mandioca. “A pessoa pode até consumir, mas deve ter controle de que não pode abusar e compensar com equilíbrio na dieta”, informa a enfermeira.
O diabetes é uma síndrome metabólica de origem múltipla, decorrente da falta de insulina e os efeitos causam aumento da glicose (açúcar) no sangue. Depedendo do tipo, a doença pode ter os seguintes sintomas: vontade de urinar diversas vezes, fome frequente, sede constante, perda de peso, fraqueza, fadiga, nervosismo, mudanças de humor, náuseas e vômito, infecções frequentes, alteração visual (visão embaçada), dificuldade na cicatrização de feridas, formigamento nos pés e furúnculos. “Se uma pessoa tiver um ou mais desses sintomas, deve procurar uma unidade de saúde para fazer o autoexame, porque qaunto antes a detecção da doença, melhor para o tratamento”, explica Andrea.

Geandro Soares

Projeto da Ambi II entre os vinte melhores do Prêmio Itaú-Unicef

  
 O projeto social “Promovendo a Cidadania e Qualificação Profissional” da Associação de Moradores do Itaúna II (Ambi II) foi avaliado como um dos melhores da região Norte do país. Depois da análise de 105 projetos inscritos na Regional Belém, que contempla Estados da região norte do país, a 10ª edição do prêmio Itaú-Unicef premiou terça-feira (22) os vencedores dessa regional e certificou os 20 projetos semifinalistas e suas respectivas escolas parceiras no reconhecimento e valorização da ação conjunta Escola & ONG.
O presidente da Associação dos Moradores do Itaúna II, Lázaro Lobato, comemora o resultado. De acordo com ele, o projeto beneficia centenas de crianças, adolescentes e jovens do bairro com atividades esportivas e aulas de reforço e cursos profissionalizantes. “O projeto atende centenas de crianças jovens e adolescentes com prática esportiva e cursos profissionalizantes em parceria com o governo do Estado através do Cetam, dentre outras instituições. O nosso projeto também foi aprovado pelo Fundo de Promoção Social (FPS), cuja presidente é a primeira dama do Estado, Nejmi Aziz, e vamos receber como benefício R$ 288.844,45. Com esse recurso vamos aplicar na construção de três salas para o curso de corte e costura, compra de equipamentos, uma casa de segurança para guardar os equipamentos que ainda não forem utilizados, com isso vamos ampliar o número de participantes e com melhor estrutura”, declara Lobato.
O presidente ressaltou que o projeto idealização pela Ambi II foi elaborado pela professora Isabel Porto, diretora da Escolinha de Artes Irmão Miguel de Pascale, com todo o suporte da associação. Ela e a professora Etelvina Serrão, coordenadora pedagógica da Escola Municipal Irmã Cristine, onde o projeto atendeu 50 estudantes do educandário com reforço escolar, estiveram presentes na premiação em Belém.
O prêmio Itaú-Unicef tornou públicos a criatividade e o engajamento de organizações da sociedade civil que, em cada canto do país, desenvolvem projetos socioeducativos fundamentais para suas comunidades.

Geandro Soares

Banda Forró Boys fará show em Parintins no Bumbódromo


O locutor Gineilson de Souza Pereira (o Garotinho), está programando para o dia sete de dezembro deste ano a vinda a Parintins da banda musical Forró Boys. O show musical acontece nas dependências do anfiteatro Amazonino Mendes (o Bumbódromo). Além da banda de forró, o evento vai apresentar também Ed Carvalho e Banda e DjSiderval.
Garotinho revela que a banda Forró Boys é da capital Brasília (DF) e durante turnê pela Amazônia vai se apresentar em Parintins. “Estamos preparando tudo para que a banda dê um Show de Forró na Ilha. Sabemos que os parintinenses gostam do ritmo de forró, assim como pessoas de todo Brasil que lotam os locais durante as apresentações dessa banda que toca um forró cadenciado, com composições maravilhosas e gostosas de dançar”, afirma.
O evento deve iniciar às 22h com apresentação do cantor nhamundaense Ed Galúcio Guerreiro e banda. Nos intervalos, a animação fica por conta do DJ Siderval que vai animar os presentes com show de Dance, músicas eletrônicas e outros gêneros. “Os componentes da banda Forró Boys que devem se apresentar a partir de zero hora, estão entusiasmados em vir a Parintins que é muito conhecida”, garante o locutor.
Gineilson afirma que a partir do início de novembro, os ingressos para o show começam a ser vendidos em uma tenda que será armada na Praça dos Bois. Ele lembra que durante o evento será feito o lançamento da marca “Garotinho”. “Vamos expor ao público presente e lançar a grife “Garotinho”. É um marca de roupas genuinamente parintinense, pois foi pensada, desenhada e criada por pessoas da cidade. A partir do lançamento as pessoas vão poder encontrar as peças em alguns pontos de venda em Parintins”, finaliza.

Ataíde Tenório

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Três médicos enviados pelo Programa Mais Médicos vão atender o Dsei Parintins

         Paula Cristina anunciou que o Distrito foi beneficiado pelo Ministério da Saúde

Em entrevista ao Gazeta Parintins na tarde de terça-feira (22), a coordenadora do Distrito Especial de Saúde Indígena (Dsei) de Parintins, Paula Cristina Rodrigues Pinto, anunciou que o distrito foi beneficiado pelo Ministério da Saúde com três médicos. Os profissionais virão através do Programa Mais Médicos que vão atender aproximadamente 13 mil indígenas no Baixo Amazonas.
Os médicos cubanos participam de 28 de outubro a 01 de novembro em Manaus de um treinamento final e dia 04 iniciam as atividades nas unidades básicas de saúde nas aldeias. O Dsei Parintins abrange 11 aldeias de quatro municípios, sendo as áreas indígenas do Uaicurapá em Parintins, Andirá em Barreirinha, Alto Nhamundá no município de Nhamundá e Marau em Maués.

Conquista

“Esta é uma grande conquista para o nosso Dsei. Estamos ansiosas para a chegada dos profissionais que com certeza vai melhorar muito a qualidade do serviço de saúde, vamos fazer questão de apresentá-los em todas as aldeias antes de iniciarem os trabalhos”, declara Paula Cristina.
A coordenadora ressalta que solicitaram oitos médicos para o Dsei Parintins, porém nessa etapa foi possível três que vão trabalhar de forma intercalada nas aldeias. “Os médicos vão atuar nas aldeias com uma estrutura montada para fazer os atendimentos. Vão fazer um trabalho de prevenção para diminuir os casos de doenças nas 11 localidades que fazem parte do distrito. Solicitamos oito médicos, dois para cada área indígena do Dsei Parintins , o projeto foi todo elaborado sob o comando da nossa divisão de atendimento a saúde indígena, mas nesse primeiro momento fomos atendidos com três profissionais, que já vai ajudar bastante, e com certeza, em breve novos profissionais vão integrar esta primeira equipe que começa a atuar em novembro”.

                 Ação

   Programa Mais Médicos vai atender aproximadamente 13 mil indígenas no Baixo Amazonas (foto divulgação)

  
Segunda-feira (21), uma equipe do Dsei Parintins sob o comando da coordenadora Paula Cristina Rodrigues entregou para a área indígena do Marau, três motores de 90 HP. As comunidades contempladas foram Nova Aldeia, Nova Esperança e Santa Maria. Além disso, cada comunidade ganhou também um motor 15 HP, e a Casai Maués foi beneficiada com um motor 40 HP, que será utilizado para fazer ações de monitoramento da qualidade da água.  A entrega de motores prossegue hoje nas aldeias do Alto Nhamundá.
 “A gente ficou muito feliz, lisonjeados pelo reconhecimento das aldeias, isso nos motiva mais a trabalhar. Claro, muita coisa ainda precisa melhorar, mas a gente tá fazendo o que estar ao nosso alcance. Nos sentimos motivados porque a maioria dos indígenas acredita no nosso trabalho. O nosso compromisso e missão de levar assistência para a área indígena do Dsei Parintins  é crescente”.
De acordo com Paula, os bens patrimoniais servem para dar qualidade no atendimento de saúde à população indígena do Dsei Parintins, que abrange quatro municípios. “Essa assistência leva melhorias e agilidade ao transporte de pacientes e da equipe multidisciplinar. Com esses motores, as equipes de saúde poderão atender de maneira mais ampla cerca de 13 mil indios das etnias Sateré Mawé e Hixkariana que habitam a região”.

   Geandro Soares

Projeto Bairro Ativo tira crianças e adolescentes da ociosidade


       Projeto funciona há seis anos no Itaúna II com atividades esportivas de futebol de campo

O Projeto Bairro Ativo funciona há seis anos no bairro Itaúna II com atividades esportivas de futebol de campo. Há um ano e meio é coordenado pelo instrutor Lázaro Lobato, que ressalta a importância do projeto em proporcionar lazer, disciplina e entretenimento as crianças carentes do bairro. “Além das atividades esportivas, vamos iniciar também reforço de matemática para que os alunos do projeto possam melhorar o rendimento escolar deles. Ficamos muito felizes em ver a alegrias dessas crianças e adolescentes em ter momentos de lazer”, declara Lobato.

O coordenador ressalta que o projeto nos últimos 18 meses ampliou o número de participantes, e atualmente 84 crianças e pré-adolescentes de até 14 anos participam. As atividades esportivas acontecem todo dia de 16 às 17h30 no Campo do Gordo, mas aos sábados e domingos vão ter um horário para jogar no Estádio Tupy Cantanhede. “Se tivéssemos recursos poderíamos atender mais crianças, mas com a nossa força de vontade, amor pelo esporte e por querer o bem dessas crianças estamos seguindo em frente, tirando-as da ociosidade. A gente fica feliz porque os pais acreditam no nosso projeto e muitos acompanham os filhos nos dias de treinamento. Em todos os campeonatos que disputamos no sub-12, sub-14, ficamos entre os primeiros colocados”, enfatiza.

Geandro Soares

Passageiros exigem melhorias em portos alternativos da cidade

                Segundo passageiros, local não oferece a menor condição de embarque e desembarque


Passageiros que utilizam a balsa que viaja entre a Vila Amazônia e Parintins, exigem do poder público, melhores condições do porto provisório onde a embarcação está atracando. Segundo eles, o local ao lado do Matadouro Municipal, não oferece a menor condição de embarque e desembarque de passageiros, produtos e veículos.
A reclamação foi feita no fim de semana pelo interiorano Raimundo Rocha. Ele afirma que todos os portos alternativos em Parintins, não oferecem condições de embarque e desembarque. “Infelizmente o interiorano do município é esquecido pelo poder público. Além do abandono que todas as comunidades vivem, quando as pessoas precisam vir a cidade passam por essa humilhação. Isso não é um drama vivido só pelos passageiros da balsa, mas de todas as pessoas que chegam de barcos, ou canoas em qualquer porto alternativo”, lamenta.

                  Perigo


Rocha, afirma ainda que o perigo é maior em alguns portos em torno da cidade. “O Porto da Caçapava, Rampa do Mercado, São Benedito, Baixa da Xanda, Garantido e do Matadouro, são locais onde há maior concentração de embarcações do interior. Por não oferecerem a menor condição de embarque e desembarque de passageiros e produtos, colocam em risco a vida das pessoas. Já aconteceram muitos acidentes e antes que aconteça uma morte como já aconteceu no principal porto da cidade, seria bom as autoridades providenciarem melhorias, até que seja feita obras definitivas nos locais”.
Para o agricultor, é fundamental que o poder público faça com urgência melhorias no Porto do Matadouro onde a balsa da Vila Amazônia está fazendo atracação. “Os agricultores estão tendo dificuldade em desembarcar produtos. Outra, os próprios veículos que embarcam ou desembarcam, podem tombar e causar prejuízos irreparáveis, pois muitas pessoas transitam no local”, enfatiza Rocha.

Ataíde Tenório

Movelaria no Emilio Moreira gera confusão entre vizinhos

          Edgar Lima, presidente da Associação, conversou com as partes envolvidas no atrito

 Quase seis meses de conflitos entre moradores do bairro Emílio Moreira que reclamavam da poluição sonora e do pó de serragem que estaria causando doenças respiratórias em várias pessoas, originada por uma movelaria instalada na rua Alexandre Ribeiro, culminou na tarde de terça-feira (22), em uma confusão generalizada. Na manhã de ontem (23), ao saber do conflito, o presidente da Associação dos Moveleiros de Parintins (Amopin), o empresário Edgar Lima da Silva (o Gavião), foi até o local e conseguiu resolver o problema.
Edgar conversou com as partes envolvidas no atrito e pós reunir com membros da diretoria da Amopin, chegaram a um consenso. “A decisão dos colegas foi unânime em resolver um problema que poderia acabar em tragédia. Os maquinários que funcionavam na movelaria serão instalados no Centro de Formação e Qualificação da Amopin, para que continue trabalhando, até que possamos resolver o caso de um terreno para eles aqui no Distrito Industrial. Com a ajuda do prefeito e vereadores, até final de novembro tudo estará definido”.

Consequências

  Segundo Enilson da Silva Campos, 32 (o Pio), nada foi feito

A confusão entre as partes já havia chegado ao Ministério Público (MP) e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sedema), mas segundo Enilson da Silva Campos, 32 (o Pio), nada foi feito. “Já havíamos feito Abaixo Assinado, denunciando no Ministério Público e a Sedema, infelizmente, nada foi feito. Na manhã de terça-feira (22), por causa do barulho e do pó gerado na movelaria, minha mãe começou a passou mal. Meu irmão foi pedir para que o rapaz parasse as máquinas e acabaram entrando em confusão. Sempre fomos bons vizinhos e por causa dessa situação estava havendo trocas de ofensas. Graças a Deus apareceu uma pessoa sensata e está tentando solucionar o problema”.



Ilzilene Lima Santarém, e o irmão Ilquias Lima Santarém, são sócios proprietários da movelaria, afirmou que o trabalho é a única renda da família, e sem ter outro local para instalar os equipamentos, tiveram que fazer no próprio quintal da família. “Nunca quisemos prejudicar ninguém. Mas precisamos trabalhar para sobreviver. Ultimamente estávamos com medo que pudesse acontecer uma tragédia, pois meu irmão já havia sido ameaçado e registramos Boletim de Ocorrência contra nosso vizinho. Ainda bem que o caso já está sendo resolvido e vamos poder voltar a viver em paz”.

Ataíde Tenório

Caçamba atropela e mata duas mulheres no Itaúna II



         Maria do Socorro de Souza da Silva, 30, e Cristiane Simas Veiga, 26, morreram ontem por volta de 12h 

 Maria do Socorro de Souza da Silva, 30, e Cristiane Simas Veiga, 26, morreram ontem por volta de 12h em um acidente de trânsito na equina das ruas 03 e Dom Arcângelo Cerqua, bairro Itaúna II. De acordo com testemunhas, as duas amigas estavam em uma motocicleta Biz vermelha sentido centro-bairro e foram atingidas por um caminhão caçamba placa JXY 9764 pertencente a NV construtora que seguia na Dom Arcângelo Cerqua sentido bairro-centro. O cidadão Luiz Carlos de Souza da Silva, 45, dirigia a caçamba e por pouco não foi linchado por populares.
Maria do Socorro estava grávida de dois meses e deixou quatro filhos o mais criança tem três anos. Já Cristiane era solteira e não tinha filhos. As duas eram vizinhas na rua 07 de setembro, bairro Palmares e estavam indo para o Instituto de Ciências Sociais Educação e Zootecnia (Icsez-Ufam) onde trabalhavam como auxiliar de serviços gerais desde sexta-feira (18).

           Ultrapassagem

Corpo de Bombeiro e Voluntários do Grupo de Resgate Anjos da Vida ajudaram na locomoção dos corpos para o IML
 Segundo testemunhas, o motorista do caminhão atravessou a rua 03, considerada preferencial, tentou frear, mas atingiu em cheio as duas. Uma delas ficou debaixo do veículo e a outra há alguns metros. O acidente chamou a atenção de centenas de moradores que se aglomeraram em torno do corpo das vítimas. O motorista se manteve trancado dentro do caminhão por medo da reação de populares.
“A preferencial era delas, vinham dirigindo na rua 03 quando o caminhão passou e atingiu as duas. O Barulho foi muito feio”, contou Valber Soares. Um mototaxista ficou indignado e afirmou, “a culpa não é só do motorista, mas principalmente do poder público que não coloca sinalização nas principais ruas da cidade. Temos vários oficiais de segurança formados, que poderiam atuar como guardas de trânsito, porque o nosso trânsito está caótico e só nesse trecho onde as duas senhoras morreram já aconteceram vários outros acidentes”.

          PM

A Polícia Militar foi acionada e ao chegar no local tentou conter a fúria de populares que apedrejavam  na caçamba onde o cidadão se mantinha trancado. “Temos que fazer alguma coisa para que ele não mate mais pessoas no trânsito!”, gritava um dos populares. 

    Os militares conseguiram com dificuldade que o cidadão saísse ileso da caçamba para dentro da viatura

Depois de aproximadamente uma hora, os militares conseguiram com dificuldade que o cidadão saísse ileso da caçamba para dentro da viatura onde foi conduzido a Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC). Não conformados, moradores ainda tentaram destruir a caçamba com pedradas, quebrando o vidro da frente do veículo.
As vítimas foram encaminhadas para o Instituto Médico Legal (IML) para o exame necroscópico, onde também havia uma multidão de curiosos. O médico Jorge de Paula fez o exame com a ajuda dos técnicos em necropsia Afrânio de Jesus e Benedito Pimentel, informou que Maria do Socorro morreu por evisceração, pois o caminhão atingiu a área abdominal dela, que chegou a ficar com as vísceras de fora no local do acidente. Já Cristiane Veiga morreu por traumatismo craniano um dia depois de completar 26 anos.

Defesa

Ontem, às 13h30, o advogado do motorista do caminhão, informou a imprensa na 3ª DRPC que o cliente não estava em condições de dar declarações porque estava muito nervoso e abalado com o acontecido. Marcilene de Souza, 24, irmã de Maria do Socorro, informou ao Gazeta Parintins, que a construtora doou os caixões para as vítimas e vai dar assistência as famílias. “Fiquei triste quando recebemos a notícia. As crianças ficaram sabendo da morte da mãe quando estavam indo para a aula e nem mais foram. Minha irmã tinha quatro filhos, o pai das crianças está preso e agora ela se foi. Vamos falar com um advogado para tomamos alguma atitude já que as pessoas estão falando que o motorista causou a tragédia”, disse em pratos Marcilene.
Segundo as famílias das vítimas, o enterro acontece hoje às 15h no Cemitério São José. Em menos de um ano, 10 pessoas, morreram no trânsito parintinense.

Geandro Soares